Xiaomi vende menos smartphones, mas receita sobe

Xiaomi anunciou eu resultados fiscais para o terceiro trimestre de 2019, mostrando uma tendĂȘncia positiva em geral. De fato, o faturamento nesse perĂ­odo do ano atingiu 7,63 bilhĂ”es de dĂłlares, mas nĂŁo foi Smartphone o setor lĂ­der.

xiaomi redmi note 10

Apesar da variedade de Smartphone cada vez mais amplo e apreciado, nĂŁo foi o Ășltimo que ganhou dinheiro Xiaomi. As receitas decorrentes dessa categoria de produtos sĂŁo diminuiu do 7,8% no terceiro trimestre de 2019 em comparação com o mesmo perĂ­odo do ano passado. As receitas nesse caso atingiram US $ 4,59 bilhĂ”es.

De acordo com os dados foram enviados 32,3 milhÔes de unidades (32,1 milhÔes segundo os analistas da Canalys) no terceiro trimestre, permanecendo em quarto lugar no mundo, com 9,2% do mercado.

A parte interessante que Ă© apenas a Smartphone o Ășnico setor em que Xiaomi nĂŁo conseguiu crescer mas, de fato, sofreu um revĂ©s. Se considerarmos a IoT e a parte de eletrĂŽnicos de consumo, o faturamento alcançou 2,22 bilhĂ”es de dĂłlares.

É um aumento de 44,4% com apenas a parte dedicada a Smart TV Ă© caderno do Xiaomi que levantou US $ 824 milhĂ”es com um aumento de 36,5% em relação ao ano anterior.

Fora do mercado chinĂȘs, as receitas aumentaram 17,2% em relação ao mesmo perĂ­odo do ano anterior, para 48,64% das vendas totais no trimestre analisado. No futuro Xiaomi poderia se concentrar em Conectividade 5G para aumentar as vendas de smartphones (lançando atĂ© 10 modelos no prĂłximo ano).