Xiaomi Mi Max 3 avaliação: tela enorme e excelente autonomia, no entanto, esqueça o manuseio

O Xiaomi Mi Max 3 da Xiaomi √© um smartphone Android √ļnico. Na verdade, ele tem uma tela de 6,9 ‚Äč‚Äčpolegadas, uma diagonal muito grande e incomum. Al√©m disso, h√° uma bateria de 5.550 mAh, que tamb√©m √© dif√≠cil de encontrar em outros dispositivos. O resultado √© um dispositivo ideal para assistir filmes e s√©ries de TV, mas tamb√©m para navegar na Web confortavelmente usando uma tela enorme. Tudo isso sem ter que conviver com bancos e carregadores de energia, porque a autonomia √© sua verdadeira for√ßa.

Por outro lado, no entanto, √© muito dif√≠cil de gerenciar. A tela de 6,9 ‚Äč‚Äčpolegadas implica um compromisso inevit√°vel em termos de manuseio. Ele deve ser usado com as duas m√£os e esque√ßa de coloc√°-lo confortavelmente no bolso: pense, um iPhone XS Max (j√° grande por si s√≥) tem 157,5 mm de altura, enquanto o Mi Max 3 toca os 176,2 mm com 221 gramas de peso. Em resumo, quem escolhe esse dispositivo deve faz√™-lo conscientemente.

Quanto ao resto, √© um produto que tem um desempenho muito bom. O desempenho √© bom, a c√Ęmera melhorou em rela√ß√£o ao Mi Max 2, embora alguns concorrentes nessa faixa de pre√ßo consigam fazer melhor. Na It√°lia, na verdade, ele foi posicionado pela Xiaomi a 329 euros (vers√£o de 4 GB de RAM e 64 GB de mem√≥ria, o √ļnico objeto de nossa an√°lise), mas √© poss√≠vel comprar on-line em valores muito mais baixos. A Geekmall, por exemplo, que nos forneceu a unidade para teste, oferece 259 euros (voc√™ pode encontr√°-lo neste link).

Mostre √°s na manga, adeus ao manuseio

A Xiaomi escolheu um painel LCD IPS para o Mi Max 3, caracterizado de uma resolu√ß√£o de 1.080 x 2.160 pixels e uma propor√ß√£o de 18: 9. Os quadros est√£o presentes, mas reduzidos, especialmente em compara√ß√£o com a gera√ß√£o passada. Embora, no papel, seja a tela cl√°ssica para smartphones de m√©dio alcance, na realidade o rendimento √© realmente muito bom: voc√™ pode ver bem ao ar livre, o brilho √© convincente e os √Ęngulos de vis√£o, as cores s√£o reproduzidas de maneira natural .

Tamb√©m n√£o h√° entalhe, ent√£o a diagonal de 6,9 ‚Äč‚Äčpolegadas √© totalmente explor√°vel. Assistir a uma s√©rie de TV na Netflix atrav√©s de uma tela t√£o grande √© uma experi√™ncia gratificante, que por sinal pode ser √ļtil em muitas situa√ß√Ķes. Talvez pensemos naqueles que viajam de transporte p√ļblico, ou que viajam muito a trabalho, ou que precisam de um pequeno tablet sem querer gastar dinheiro, mesmo em um smartphone. Al√©m disso, o Mi Max 3 tamb√©m possui um bom compartimento de √°udio, com o alto-falante localizado na borda inferior que funciona em combina√ß√£o com a c√°psula do ouvido para garantir o efeito est√©reo.

O pre√ßo a pagar, no entanto, √© o do manuseio. O Mi Max 3 √© muito volumoso, mesmo que a propor√ß√£o de aspecto 18: 9, que faz o corpo se desenvolver especialmente em altura, ajude um pouco na ader√™ncia. Imposs√≠vel us√°-lo com uma m√£o, os bot√Ķes f√≠sicos (volume e pot√™ncia) foram posicionados de maneira inteligente e podem ser alcan√ßados com os dedos sem grandes problemas, al√©m do sensor de impress√Ķes digitais na parte traseira – sempre r√°pido e preciso no desbloqueio .

A concha √© feita de metal e d√° uma excelente sensa√ß√£o de toque. √Č certamente um smartphone bem constru√≠do, e a sali√™ncia da c√Ęmera dupla traseira n√£o cria grandes problemas. N√£o √© particularmente escorregadio e, pessoalmente, n√£o senti a necessidade de uma cobertura. Al√©m da cor preta que voc√™ v√™ retratada nas imagens, ela tamb√©m pode ser comprada em azul e ouro. De qualquer forma, √© evidente que quem compra esse smartphone deve estar ciente de encontrar em suas m√£os um produto que, em termos de facilidade de uso, est√° longe de ser um dispositivo com diagonais de tela mais comuns.

Bons desempenhos, autonomia recorde

O sistema é movido pelo Snapdragon 636 da Qualcomm, juntamente com 4 gigabytes de RAM e 64 GB de memória, expansível via micro-SD (também há uma versão de 6/128 GB). Como sempre, a Xiaomi funcionou muito bem na otimização, e o Mi Max 3 é sempre fluido e responsivomesmo quando colocado sob estresse. Entre outras coisas, a dissipação de calor é muito boa, difícil de perceber através do corpo.

Tela LCD IPS de 6,9 ‚Äč‚Äčpolegadas, 1080 x 2160, 350 ppi, 18: 9
SoC Snapdragon 636 octa-core 1,8 GHz Kryo 260
RAM 4GB
GPU Adreno 509
Armazenamento 64 GB expansível
C√Ęmera traseira C√Ęmera dupla, 12 MP f / 1.9 + 5 MP, flash LED duplo, v√≠deo 4K a 30 qps
C√Ęmera frontal 8 MP f / 2.0
Segurança Reconhecimento facial, sensor biométrico
Bateria 5.500 mAh
recarregar USB-C
Conectividade Dual-SIM, Bluetooth 5.0, Wi-Fi ac de banda dupla, GPS A-GLONASS BDS, NFC, r√°dio FM
redes LTE
dimens√Ķes 176,2 x 87,4 x 8 mm
Peso 221 gramas
Sistema operacional Android 8.1 Oreo personalizado com MIUI 9.5
cores Azul, preto, dourado
Preço 329 euros

Já vimos esse processador em ação em outros smartphones Рcomo o ASUS ZenFone Max Pro M1 ou o Moto Z3 Play Рmas devo dizer que o Xiaomi é a empresa que conseguiu implementá-lo melhor. Grande parte do crédito também se aplica à MIUI, a interface gráfica da gigante chinesa que, apesar de interferir acentuadamente na aparência do Android, não sobrecarrega o sistema operacional e, de fato, contribui para torná-lo ainda mais eficiente.

Existem as possibilidades usuais de personaliza√ß√£o, que agora conhecemos, mas com o Mi Max 3 – dada a tela grande – eu particularmente apreciei a possibilidade de abrir duas aplica√ß√Ķes simultaneamente, talvez para assistir a um v√≠deo no YouTube e navegar simultaneamente na Web, ainda tendo uma parte da exibi√ß√£o mais do que suficiente para ambas as opera√ß√Ķes. Pena que a Xiaomi nunca pensou, nesta gama de smartphones, em implementar uma ponta no estilo Galaxy Note.

A bateria de 5.500 mAh parece quase inesgot√°vel. Com o meu uso (misturado entre LTE e Wi-Fi, 2 contas de email, centenas de notifica√ß√Ķes de redes sociais e aplicativos de mensagens instant√Ęneas, mais de 2 horas de chamadas telef√īnicas), consegui cobrir quase dois dias da tomada – 1 dia e 21 horas – em compara√ß√£o com 6 horas de acesso √† tela. Em outros casos, eu tamb√©m toquei as 9-10 horas da tela, depois tive que carreg√°-la no final do dia. Em suma, resultados verdadeiramente excelentes.

Al√©m disso, o carregamento √© r√°pido – com um carregador especial inclu√≠do na embalagem – e a conectividade est√° completa: Bluetooth 5.0, Wi-Fi ac de banda dupla, r√°dio FM, conector de √°udio de 3,5 mm, porta USB-C, sensor de infravermelho para transformar o Mi Max 3 em um controle remoto, por exemplo, para televis√Ķes. Tamb√©m n√£o h√° falta de suporte para Dual-SIM, mas, neste caso, voc√™ precisa desistir da expans√£o da mem√≥ria. No entanto, n√£o h√° NFC.

C√Ęmera adequada para a faixa de pre√ßo

Atrás existem dois sensores fotográficos: a lente principal de 12 megapixels com abertura f / 1.9 e a secundária de 5 megapixels para profundidade de campo. O rendimento é bom, especialmente durante o dia, e está alinhado com a faixa de preço. Obviamente, experimentamos recentemente o Galaxy A7 2018 (que custa 349 euros), que nesta área consegue fazer muito mais, mas é verdade que é um smartphone projetado para um uso diferente do Mi Max 3.

A c√Ęmera frontal de 5 megapixels me convenceu menos, o que muitas vezes mostrava muitos problemas no gerenciamento da luz, especialmente com o efeito do fundo desfocado. Os v√≠deos podem ser gravados com resolu√ß√£o de at√© 4K a 30 qps, mas a estabiliza√ß√£o eletr√īnica para na resolu√ß√£o Full-HD a 30 qps. A exibi√ß√£o dos filmes √© suficiente: n√£o faz o milagre chorar, mas tamb√©m h√° a possibilidade de c√Ęmera lenta de 120 fps a 720p.

Conclus√Ķes: quem deve compr√°-lo?

Mi Max 3 é o smartphone ideal para quem procura uma tela enorme e muita autonomia: para usá-lo como um pequeno tablet, para ter um dispositivo no qual assistir filmes enquanto viaja, para aqueles que talvez usem geralmente uma bolsa para carregar o telefone e estejam dispostos a desistir do manuseio.

Na It√°lia, custa 329 euros, mas, como foi dito no in√≠cio, pode ser comprado on-line em n√ļmeros muito mais baixos. Geekmall oferece por 259 euros e, entre outras coisas, tamb√©m tem dispon√≠vel a vers√£o de 6 Gigabytes de RAM e 128 Gigabytes de mem√≥ria – o que pode fazer sentido especialmente para aqueles que tendem a manter o smartphone ao longo do tempo – vendido por ‚ā¨ 299. Em resumo, em geral, as figuras continham um produto que, considerando o objetivo de uso para o qual foi concebido, convence totalmente.

Quais s√£o os principais rivais? Haveria a nota de honra 10 – 6,95 polegadas – que, no entanto, n√£o √© oficialmente vendida na It√°lia e, al√©m disso, ter um hardware topo de gama, requer um investimento decididamente mais alto. O ASUS ZenFone Max Pro M1, que analisamos h√° algumas semanas, possui excelentes tempos de execu√ß√£o da bateria – bateria de 5.000 mAh – mas possui uma tela muito menor de 5,99 polegadas. Como foi dito no in√≠cio, o Mi Max 3 √© √ļnico.