Xiaomi CC9 e CC9e oficial: eles s√£o o futuro Mi A3 e Mi A3 Lite?

Durante um evento organizado na China, A Xiaomi levantou a cortina do CC9 e do Mi CC9e. Eles s√£o os primeiros smartphones que far√£o parte da nova gama CC anunciada em colabora√ß√£o com a Meitu, uma das startups adquiridas pelo fabricante chin√™s. Projetado para um p√ļblico mais jovem, os novos smartphones emprestam um aten√ß√£o ao design e ao setor fotogr√°fico.

O Xiaomi CC9 está equipado com o Snapdragon 710 assistida por 6 Gigabytes de RAM e 64 ou 128 Gigabytes de memória interna, dependendo da configuração escolhida. O processador é chamado para mover uma tela grande de 6,39 polegadas feita com a tecnologia AMOLED e uma resolução de 2340 x 1080 pixels. Graças a essa escolha, a Xiaomi conseguiu integrar o sensor biométrico diretamente abaixo da tela.

H√° um entalhe que abriga a c√Ęmera de 32 megapixels. O setor fotogr√°fico √© completado com um sistema de c√Ęmera traseira tripla composta por um sensor principal de 48 megapixels assistida por um segundo 8 Megapixel e um terceiro 2 Megapixel. Tudo √© alimentado por uma bateria de 4.030 mAh que – juntamente com a interface gr√°fica MIUI – deve garantir uma excelente autonomia.

NFC est√° presente. A concha √© feita de vidro e tem v√°rias cores brilhantes para piscar para um p√ļblico mais jovem. Especificamente, as cores dispon√≠veis s√£o: Planeta Azul, Amante Branco e Pr√≠ncipe Negro, caracterizados por um jogo sugestivo de luz que recriam linhas onduladas na contracapa. O Xiaomi CC9 estar√° dispon√≠vel na China a 1799 yuan (aproximadamente 231 euros) para a vers√£o 6/64 Gigabyte, que se tornar√° em 1999 yuan (257 euros aproximadamente) para a vers√£o com 128 Gigabytes de armazenamento.

O Xiaomi CC9e, por outro lado, possui uma ficha técnica semelhante, mas um pouco menor. A bordo, encontramos o Snapdragon 665 da Qualcomm com 4 ou 6 Gigabytes de RAM e 64 ou 128 Gigabytes de memória interna. A tela tem 6,08 polegadas com resolução de 1560 x 720 pixels, sempre com um sensor biométrico integrado. Eles não trocam a bateria e o setor fotográfico. Os preços de venda começam em 1299 yuan (4/64 GB), o que corresponde a cerca de 167 euros e atingem 1599 yuan (cerca de 205 euros) na versão de 6/128 GB.

A Xiaomi tamb√©m deve apresentar seus novos smartphones Android One (Mi A3 e Mi A3 Lite). H√° dois anos, a nomea√ß√£o √© para o ver√£o. At√© agora, os rumores sobre isso foram quase nulos. Nos √ļltimos dias, no entanto, algumas pistas levaram a acreditar que apenas O CC9 e o CC9e podem ser a base para os hipot√©ticos Mi A3 e Mi A3 Lite.

De fato, em um benchmark CC9, a express√£o “laurel_sprout” O sufixo _sprout √© usado para identificar os dispositivos Android One da empresa chinesa. Nesse caso, o CC9 representaria a vers√£o b√°sica do Mi A3 e o CC9e que, para o Mi A3 Lite, seriam dispositivos realmente interessantes. Agora que os novos smartphones foram lan√ßados, esperamos mais novidades informa√ß√Ķes sobre os t√£o esperados sucessores do Mi A2 e Mi A2 Lite.