Windows Phone com Android! Mudança Microsoft

Como você se sentiria se houvesse Windows Phones com Android? Quando Satya Nadella substituiu Steve Ballmer no comando da Microsoft em 2014, a empresa passou por um processo de reorganização.

Nadella queria uma nova Microsoft que adota e suporta todas as visões de seus clientes. O novo CEO se concentrou mais em Windows e Cloud, em um esforço para se concentrar em produtos que geram mais receita para a empresa.windows phone android 1 Windows Phone

Depois de demitir 18.000 pessoas envolvidas nos dispositivos e serviços Nokia e reorganizar a empresa para funcionar holisticamente como “Uma Microsoft”, Nadella está se preparando para uma nova série de mudanças.

“Mudanças difíceis”, explicou ele em uma carta que enviou aos funcionários da empresa na semana passada.

Mas antes de avançarmos para as próximas mudanças, vamos mencionar que há mais rumores no momento e que a Microsoft não deseja comentar sobre eles.

Não haverá mais Windows Phone?

Relatórios recentes de pessoas dentro da empresa sugerem que a Microsoft pode abandonar completamente o Windows Phone, algo que alguns previram após um email enviado a Nadella pelos funcionários na semana passada.

O Windows Phone foi um dos produtos que não foi mencionado no e-mail do CEO da Microsoft, e muitos assumiram que não era acidental, mas porque o sistema operacional móvel não fazia parte dos planos futuros da empresa.

“Ofertas do Google Play no Windows 10 Maps”

Então agora, de acordo com novos rumores, Redmond poderia unir forças com o Google para algum tipo de colaboração que nunca vimos (Windows Phone com Andoid!). A Microsoft disse que está projetando “dispositivos com o Google Play”, o que sugere que Redmond poderia substituir o Windows Phone pelo Android.

O Google, por sua vez, poderia disponibilizar seus produtos, como Maps e Gmail, no Windows 10 e, portanto, fornecer aos usuários de desktop acesso a serviços básicos.

Interesse em comprar a AMD

Também houve rumores recentes de que a Microsoft planeja adquirir a AMD, pois parece estar tentando se expandir para a indústria de hardware.

Basicamente, rumores querem que a Microsoft tente fabricar seus próprios produtos em um futuro próximo, como o Microsoft Surface. O motivo: como os produtos atualmente em circulação não eram exatamente o que a empresa imaginava, decidiu comprar uma empresa especializada na fabricação de equipamentos e expandir-se neste lado do mercado.

A compra da AMD não será um problema financeiro para a Microsoft, pois Redmond possui receita operacional de US $ 95,3 bilhões em dinheiro, enquanto a AMD custa cerca de US $ 1,81 bilhão.

“Construir mais hardware fará da Microsoft um concorrente direto de seus parceiros”.

Mas depois há a questão do investimento em hardware. Com os tablets Surface, a Microsoft tornou-se um concorrente direto de seus parceiros e começou a competir pelos próprios compradores com as empresas que usam o Windows em seus dispositivos.

Portanto, não há dúvida de que Nadella terá que planejar essa estratégia nos mínimos detalhes.

No geral, a mudança da Microsoft continua à medida que a nova Microsoft pretende se tornar uma Microsoft melhor. Os próximos 12 meses serão cruciais para essa estratégia, portanto, resta saber se Redmond está realmente pronto para embarcar em uma nova e difícil missão.