Veja como o Google Play Protect desempenhou um papel importante na seguran├ža do Android em 2017!

No ano passado, o Google lan├žou um novo recurso de seguran├ža para dispositivos Android. o Play Protect. Em um esfor├žo para ajudar a combater aplicativos perigosos, o Play Protect digitaliza todos os dispositivos Android executando o Android 4.3 Jelly Bean e superior, removendo esses aplicativos.

De acordo com o relat├│rio anual do Android Security Year in Review 2017, o Google Play Protect foi removido 39 milh├Áes de aplicativos maliciosos da Play Store. Inicialmente, ele precisava de dados para funcionar, mas o Google descobriu que muitos aplicativos (maliciosos) causavam danos ao dispositivo sem uma conex├úo ├á Internet.

brincar de proteger

Behind Play Protect est├í localizado aprendizado mec├ónico, que desempenhou um papel catal├ştico na miss├úo atribu├şda ao Play Protect. Obviamente, a melhor maneira de evitar aplicativos prejudiciais ├ę baixar aplicativos apenas da Play Store. Neste ponto, ├ę bom mencionar que o Google encontrou aumento significativo no n├║mero de dispositivos que recebeu patches de seguran├ža p├│s-venda, 30% a mais em 2017 em compara├ž├úo a 2016. Embora seja realmente um progresso, ainda ├ę preocupante o fato de muitos dispositivos, inclusive os principais, h├í meses atr├ís em termos de patches de seguran├ža.

Al├ęm disso, o relat├│rio afirma que n├úo houve vulnerabilidades de seguran├ža significativas no Android no ano passado que n├úo foram corrigidas. No entanto, n├úo ajuda se o Google envia patches para os fabricantes e eles n├úo encaminham para os usu├írios.

Obviamente, isso n├úo significa que o Google seja respons├ível por isso, mas ├ę bom ressaltar que ele deve for├žar os fabricantes a cumprir suas obriga├ž├Áes em rela├ž├úo ├ás atualiza├ž├Áes do dispositivo, para um Android melhor e mais seguro …