V√°rias quantias de dinheiro s√£o enviadas por e-mails

Os especialistas estão tentando extrair dados pessoais e persuadir os usuários da Internet a doar várias somas de dinheiro, usando eventos reais e geralmente trágicos de escopo global, como desastres naturais e outros através de e-mails.

V√°rias quantias de dinheiro s√£o enviadas por e-mailsV√°rias quantias de dinheiro s√£o enviadas por e-mails

Isso √© confirmado pelo relat√≥rio da Kaspersky Lab referente ao segundo trimestre de 2015, sobre o ambiente de mensagens de spam e amea√ßas de phishing. Mais especificamente, em fraudes financeiras como “golpe nigeriano”, foram observadas mensagens de spam que exploravam quest√Ķes como o terremoto no Nepal, as elei√ß√Ķes presidenciais na Nig√©ria e os Jogos Ol√≠mpicos no Rio de Janeiro. Dessa maneira, os atacantes tentaram extrair dados pessoais e convencer os usu√°rios da Internet a fazer doa√ß√Ķes volunt√°rias.

Embora a porcentagem de spam no volume total de e-mails tenha diminuído 5,8 pontos percentuais em relação ao trimestre anterior (de 59,2% para 53,4%), no segundo trimestre de 2015 houve um aumento significativo no uso de eventos globais em mensagens de spam. Entre outras coisas, foram recebidas mensagens falsas pedindo aos beneficiários que fizessem uma doação para ajudar as vítimas do terremoto no Nepal.

Em outros e-mails maliciosos em massa, os fraudadores tentaram atrair os destinat√°rios com US $ 2.000.000, que o presidente rec√©m-eleito da Nig√©ria deveria enviar ao usu√°rio como compensa√ß√£o. Al√©m disso, houve an√ļncios fraudulentos de loteria que supostamente deram ingressos para os Jogos Ol√≠mpicos de 2016 no Brasil, em um esfor√ßo para convencer os destinat√°rios a enviar seus dados pessoais aos fraudadores para receber seu “presente”.

“√Č uma t√°tica que os fraudadores usaram no passado, mas com eventos como o terremoto no Nepal, que s√£o t√£o cobertos pela m√≠dia em todo o mundo, essas mensagens provavelmente provocam simpatia dos receptores. Para se proteger, os usu√°rios n√£o devem abrir emails de remetentes desconhecidos e lembre-se de n√£o seguir os links desses emails e n√£o abrir anexos. “Como muitos golpistas tentam fazer com que o nome e o endere√ßo do remetente pare√ßam mais legais, isso agora √© mais importante do que nunca”.

Fonte: www.madata.gr