Universidade de Cornell: dados espiões do som do disco rígido

Não, não é um erro, pesquisadores da Universidade de Cornell descobriram que podem roubar dados de um computador simplesmente “ouvindo” o som do seu disco rígido.

De fato, eles observam que, para conseguir isso, o computador não precisa ter nenhuma conexão com a Internet ou qualquer outra conexão com ou sem fio, como Bluetooth.

O sistema de interceptação que eles desenvolveram foi chamado de DiskFiltration e, ao controlar o braço do disco rígido, ele também é capaz de controlar as frequências de áudio que o disco produz. Esses sinais de áudio são gravados por um dispositivo próximo, como o smartphone, no experimento que eles usaram.

Nesse estágio, o sistema possui várias limitações, como a baixa taxa de transferência de dados que atinge 180 bits por minuto, portanto, praticamente não possui aplicativos úteis nos grandes pacotes de dados normalmente usados ​​nos sistemas atuais, mas o mesmo não se aplica às senhas para exemplo, que são pequenos pacotes de dados, mantenha-os. Outra limitação é que o dispositivo que “escuta” o disco rígido deve estar a uma distância máxima de 2 metros do computador, complicando a situação das interceptações.

Observe que o procedimento acima não se aplica aos SSDs, pois eles não têm partes móveis.

cornell-uni-steal-hdd-data-acoustic-570

Fonte: 1, 2