Uma organização criminosa envolvida em fraude foi desmontada através de sites

image.ashx Foi desmontado pelo Security of Nafplio, em colabora√ß√£o com o Security of Tripoli, uma organiza√ß√£o criminosa com v√°rios membros, envolvida em um grande n√ļmero de casos de fraude, por meio de sites que vendem ve√≠culos usados.

Três cidadãos gregos, duas mulheres de 28 e 26 anos e um homem de 64 anos foram presos em Nafplio, Argólida, em uma operação policial coordenada.

acusados ‚Äč‚Äčde formar uma organiza√ß√£o criminosa, conspira√ß√£o para cometer fraudes, profissional e habitualmente, e lavagem de dinheiro.

Além disso, a polícia procura outros quatro gregos, três homens com idades entre 40, 36 e 53, além de 32 anos, todos membros da mesma organização.

Como parte da investigação policial, foi estabelecido que a organização criminosa havia sido criada, atuava pelo menos desde 2009 e estava operando, com uma composição diferente a cada vez, em todo o país, a fim de obter lucro ilegal enganando potenciais compradores de carros usados, por meio de Internet.

Em particular, a fraude foi realizada por meio do registro de an√ļncios eletr√īnicos para a venda de carros usados, que, no entanto, eram virtuais e n√£o correspondiam √† realidade. Dessa forma, eles sacavam dinheiro de poss√≠veis compradores, que depositavam em contas banc√°rias, com anteced√™ncia.

Mais especificamente, o homem de 64 anos foi recomendado a possíveis compradores, na capacidade de um médico ou advogado, convencendo-os a depositar dinheiro, principalmente nas contas bancárias do homem de 40 e 32 anos. O dinheiro foi então transferido para as contas bancárias de 28 e 53 anos, que assumiram imediatamente.

Durante a opera√ß√£o policial, foram realizadas buscas nas resid√™ncias, lojas e carros dos detidos, onde um laptop foi encontrado e confiscado no total, no valor de 9.345 euros, telefone celular, cart√£o de cr√©dito, bloco cheques, cinco cadernetas de dep√≥sito e v√°rios documentos relacionados a transa√ß√Ķes banc√°rias.

A investigação até agora mostra que, de 19 de novembro de 2012 até hoje, treze pessoas denunciaram fraudes contra eles, que depositaram um total de mais de 39.000 euros em contas bancárias dos membros da organização.

Os presos est√£o sendo levados ao Promotor de Primeira Inst√Ęncia de Nafplio.

A investiga√ß√£o policial est√° sendo continuada pela Seguran√ßa de Nafplio, a fim de verificar completamente a magnitude da atividade ilegal e das transa√ß√Ķes da organiza√ß√£o criminosa, bem como a participa√ß√£o adicional de outras pessoas nela.

Além disso, a polícia pede aos cidadãos que foram enganados de maneira a contatar a Segurança de Nafplio no 27520-98751 e 27520-22458 e denunciá-lo.

Fonte: nooz.gr