Um trimestre positivo para a Intel, graças também aos data centers

Tempo para resultados financeiros trimestrais para a Intel tambĂ©m, que nos trĂȘs primeiros meses de 2018 registra um Crescimento de 9% do volume de negĂłcios comparado ao mesmo perĂ­odo do ano passado, fechando em 16,1 bilhĂ”es de dĂłlares.

Esses dados permitiram Ă  empresa americana registrar um Lucro operacional de US $ 4,5 bilhĂ”es, um aumento de 23% em relação ao ano anterior, e um lucro lĂ­quido idĂȘntico: neste caso, o crescimento foi de 50%. A Ășnica queda Ă© a margem operacional bruta, que passou dos 61,9% anteriores para os atuais 60,6%.

Analisando os detalhes dos resultados, destacamos como o Divisão do Grupo de Computação para Clientes totalizaram US $ 8,2 bilhÔes em vendas, um aumento de 3% em relação aos 12 meses anteriores. Os volumes de vendas de soluçÔes para PC, em termos de processadores e chipsets, permaneceram praticamente inalterados, enquanto os preços médios de vendas registraram um ligeiro aumento nas soluçÔes de desktop e móvel.

o Grupo de Data Center em vez disso, ele viu a rotatividade aumento de 24% no trimestre de referĂȘncia, com crescimento em termos de volumes e preço mĂ©dio de venda. Foi dada uma contribuição particular pelas soluçÔes dos provedores de serviços em nuvem com + 45%, seguidas pelas soluçÔes dos provedores de serviços de comunicação com um crescimento de 33%.

As estimativas para o segundo trimestre de 2018 são igualmente encorajadoras: a empresa espera, de fato, um faturamento de 16,3 bilhÔes de dólares, valor que implicaria um aumento de cerca de 10% no valor das vendas em comparação com o registrado no segundo trimestre de 2017.