Um homem de 51 anos foi preso por pirataria de serviços de assinatura por satélite

Quartel-general da polícia grega

COMUNICADO DE IMPRENSA

Um cidadão de 51 anos foi preso pela Polícia Financeira e pelo Ministério Público por crimes de pirataria por serviços de assinatura via satélite.

O detento “compartilhou” ilegalmente um sinal de TV por assinatura a pelo menos 29 internautas que possuíam dispositivos especiais de decodificação.

gr polícia

Um cidadão de 51 anos foi preso ontem pela manhã (04.04.2013) pela Polícia Financeira e pelo Ministério Público, que é acusado de espionar, descriptografar e distribuir ilegalmente um sinal de assinatura de TV pela Internet.

Foi instaurado um processo contra ele por fraude contínua e por violar as disposições da legislação relativa à proteção dos serviços de assinatura e propriedade intelectual.

A investigação do caso começou depois que um processo foi instaurado na Sub-Diretoria de Processamento Cibernético por um advogado representando um serviço de mídia anônimo. O processo dizia respeito à “pirataria” via satélite dos serviços prestados pela empresa, através da distribuição ilegal de seu sinal de televisão, a um grande número de “assinantes”.

A investigação policial online, realizada no contexto do levantamento do sigilo das comunicações, verificou os traços eletrônicos e os dados de identidade dos envolvidos.

Em conjunto com a pesquisa digital, constatou-se que o homem de 51 anos havia criado um servidor decodificador de satélite em rede, no qual instalou software ilegal e “compartilhou”, através de um site específico, um sinal de televisão codificado para pelo menos 29 usuários confirmados. Internet, que possuía dispositivos especiais de decodificação.

Uma pesquisa foi realizada ontem de manhã por policiais da Subdiretória de acusação de crimes cibernéticos, na casa de um parente de 51 anos, na presença de um promotor, um receptor de satélite digital foi instalado, através do qual era possível às empresas visualizar ilegalmente assinantes.

Uma busca em sua casa também encontrou vários equipamentos tecnológicos relacionados à sua atividade ilegal. Especificamente, eles foram encontrados e confiscados:

  • três (3) receptores digitais digitais de satélite, um dos quais continha um disco rígido embutido

  • um (1) laptop

  • dois (2) discos rígidos internos para PC

  • dois (2) leitores de cartão, um dos quais é desenvolvedor de cartão

  • dois (2) cartões de assinatura.

  • A evidência digital apreendida será enviada à Diretoria de Investigações Forenses para testes de laboratório.

    O homem de 51 anos preso com o caso contra ele está sendo levado hoje (04.04.2013) para o Ministério Público de Atenas.

    Lembre-se de que, no número de telefone 11012 ou nos endereços de e-mail 11012@hellenicpolice.gr & financialpolice@hellenicpolice.gr do Serviço de Polícia Financeira e Ministério Público, os cidadãos podem entrar em contato, anonimamente ou com marca, para fornecer informações ou reclamar ações ou atividades contra a economia, propriedade pública, bem como direitos e bem-estar social e de seguros.