Um caso de 59 anos de idade para pornografia e sedução de menores

A Diretoria de Processamento do Crime Cibernético instaurou um processo contra um cidadão de 59 anos por pornografia infantil, sedução de menores e violaçÔes da lei sobre dados pessoais. arquivo de caso de pornografia infantil

A Diretoria de Processamento do Crime Cibernético investigou um caso de pornografia infantil, violação de dados pessoais e sedução de menores de idade, e foi apresentado um caso contra um cidadão de 59 anos de idade.

Em particular, a investigação do caso começou depois que uma denĂșncia foi feita Ă  Diretoria do MinistĂ©rio da Criminalidade CibernĂ©tica, segundo a qual o homem de 59 anos estĂĄ abusando de menores, depois de levĂĄ-los para sua casa, ao mesmo tempo em que os fotografava e filmava. AlĂ©m disso, de acordo com a denĂșncia, o homem de 59 anos tambĂ©m teve relaçÔes sexuais com um menor de 15 anos (15).

As alegaçÔes foram levadas ao conhecimento do MinistĂ©rio PĂșblico de Primeira InstĂąncia de Patras e uma ordem foi emitida para a investigação do caso especĂ­fico.

Uma equipe de policiais da Diretoria de acusação de crimes cibernĂ©ticos, com a assistĂȘncia de policiais da Sub-Diretoria de Segurança de Patras e na presença de um oficial de justiça, realizou uma busca na casa do homem de 59 anos, durante o qual foram encontradas vĂĄrias fotografias do menor. eles nĂŁo eram pornografia infantil e, alĂ©m disso, foram encontrados e confiscados:

  • dois (2) discos rĂ­gidos,

  • trĂȘs (3) telefones celulares com seus cartĂ”es SIM,

  • uma (1) unidade de armazenamento USB e

  • dois (2) cartĂ”es de armazenamento.

  • A evidĂȘncia digital confiscada foi enviada Ă  Diretoria de InvestigaçÔes CriminolĂłgicas para os testes laboratoriais necessĂĄrios.

    A exploração das evidĂȘncias digitais nĂŁo revelou nenhum material pornogrĂĄfico infantil, enquanto vĂĄrias mensagens curtas de texto (SMS) foram encontradas para o menor, muitas das quais eram erĂłticas.

    O caso contra o homem de 59 anos foi submetido Ă  Promotoria de Primeira InstĂąncia de Patras para as leis.

    Recorde-se que os cidadãos podem entrar em contato, anonimamente ou com a marca, com a Diretoria de Processamento de Crimes Cibernéticos, a fim de fornecer informaçÔes ou relatar atos ou atividades ilegais ou repreensíveis realizadas pela Internet, com os seguintes detalhes de contato:

  • Telefones: 111 88

  • AtravĂ©s do aplicativo para smartphones com sistema operacional ios-android: CYBERKID

  • Via Twitter “SOS Cyber ​​Alert Line”: @cyberalertGR