Suíça: carteiros de drones conseguem emprego no verão

Além de gigantes de tecnologia como Amazon ou Alibaba, que querem estar na vanguarda da modernização dos meios de entrega, o Swiss Mail também está entrando na “corrida”. Os Correios da Suíça querem entregar pequenos pacotes via drones, enquanto todo o projeto tem um pouco da Grécia.

Para ser preciso, no verão, o Swiss Post começará a trabalhar com a Matternet para um programa piloto que entregará pacotes por drones aos seus clientes. As encomendas que serão entregues são de até 1 kg e a uma distância de 20 km. Para começar, a transferência de medicamentos e documentos será testada.

O programa piloto visa testar a nova tecnologia e modernizar o Swiss Post, mas também examinar as possibilidades técnicas e legais que os drones têm como uma oportunidade de negócio.

A Matternet não é uma empresa nova no mercado, pois já atua no Haiti com a entrega de medicamentos, portanto, o Swiss Post escolheu alguém que sabe como fazê-lo.

Andreas Raptopoulos, um dos fundadores da Matternet, disse ao TechCrunch que a empresa fornecerá ao Swiss Post toda a tecnologia necessária que inclui drones, blocos de aterrissagem, baterias, estações de carregamento e software em nuvem. Tudo o que o Swiss Post precisa fazer é se concentrar no novo empreendimento.

Se o primeiro projeto piloto for considerado bem-sucedido, mais dois serão feitos para verificar se as entregas via drones são uma solução viável.

Suíça dronemail

Suíça dronemail

Fonte