Smartphones 5G impulsionados principalmente por marcas chinesas, Xiaomi em primeiro lugar. Palavra da Qualcomm

Paralelamente a um evento realizado em Paris nos dias 26 e 27 de março e que contou com a Qualcomm e uma sĂ©rie de executivos dos maiores players de telefonia do mundo, pudemos reunir uma sĂ©rie de informaçÔes e discutir os Ășltimos desenvolvimentos relacionados Ă  implementação da tecnologia. 5G em toda a Europa.

A conferĂȘncia de dois dias foi aberta Lorenzo Casaccia do Qualcomm que, atravĂ©s de uma visĂŁo geral detalhada, contou sobre os desenvolvimentos e açÔes executados pela gigante americana no mundo do 5G. Sobre isso, Casaccia forneceu idĂ©ias interessantes sobre o acordo de colaboração entre as entidades que lidam com a padronização de sistemas de telecomunicaçÔes em todo o mundo (3GPP). A dĂ©cima quinta versĂŁo do novo padrĂŁo de projeto estarĂĄ disponĂ­vel atĂ© 2019 e, a menos que acidentes imprevisĂ­veis no caminho, haverĂĄ novos (jĂĄ em desenvolvimento) atĂ© 2020.

Os intervalos de frequĂȘncia da dĂ©cima quinta atualização foram divulgados durante o exame e mostram os importantes passos adiante do novo padrĂŁo de comunicação. Ele varia de 410 a 7125 MHz (Sub-7) e de 24.250 a 52.600 MHz (mmWave), os dados falam de uma banda 25 vezes maior que a representada pelos atuais 3G e 4G. AlĂ©m disso, a frequĂȘncia mais baixa passaria dos atuais 6 GHz (sub-6) para 7 GHz (sub-7).

Com a implementação completa da dĂ©cima quinta versĂŁo do padrĂŁo do sistema, “Efeitos Doppler” irritantes devem ser evitados, causada pela propagação de ondas sonoras. Um dos tĂłpicos mais importantes e principal objetivo da Qualcomm, Ă© a segurança da arquitetura do sistema, com Lorenzo Casaccia a afirmar que o fator mais importante a oferecer aos usuĂĄrios que navegam na Web Ă© a segurança mĂĄxima possĂ­vel. Deste ponto de vista, com a ajuda das maiores empresas europĂ©ias e mundiais, a gigante de San Diego trabalha para alcançar os padrĂ”es de segurança de primeiro nĂ­vel.

No final da conferĂȘncia, tivemos a oportunidade de conversar com ele Lorenzo Casaccia que, juntamente com Wassim Chourbaji, vice-presidente da Qualcomm, disse como ItĂĄlia, Espanha e Áustria sĂŁo os paĂ­ses que mais acompanham as infraestruturas 5G. NaçÔes como Alemanha e França, por outro lado, estĂŁo claramente atrasadas, tanto que as Ășltimas negociaçÔes estĂŁo em andamento para iniciar as obras de ajuste de infraestrutura. NĂŁo sĂŁo apenas os dispositivos de Ășltima geração que podem tirar proveito do novo padrĂŁo de comunicação, de acordo com Casaccia em 2019, poderĂ­amos ver smartphones de gama mĂ©dia prontos para tudo isso. O maior impulso Ă© fornecido pelas empresas chinesas, antes de tudo Xiaomi.

AlĂ©m de novas oportunidades para os indivĂ­duos, no segundo dia da conferĂȘncia, Dino Flore falou sobreimportĂąncia do 5G tambĂ©m para empresas e indĂșstrias de tecnologia em geral. Durante a cirurgia, ouvimos vĂĄrias vezes sobre FĂĄbrica Inteligente e como, entrando em detalhes, a empresa em seus automatismos estĂĄ evoluindo. Falando nisso, o advento do 5G traria apenas um grande benefĂ­cio: a otimização do trabalho. NĂŁo somente, O 5G tambĂ©m foi discutido no setor de automação residencial, com um passo efetivo no controle de dispositivos e mĂłveis inteligentes.