SIRI, o que aconteceu depois que Steve Jobs morreu?

A Apple perderia uma vis√£o de longo prazo sobre qual ser√° a evolu√ß√£o do SIRI. √Č o que resulta de uma longa reportagem produzida pelo jornal The Information, que, entre as v√°rias fontes, tamb√©m menciona um ex-funcion√°rio da empresa Cupertino. O projeto em torno do assistente vocal teria sofrido um rev√©s importante ap√≥s a morte de Steve Jobs, verdadeiro proponente da implementa√ß√£o no ecossistema da Apple.

No agora distante 2010, Apple comprou a startup chamada SIRI por US $ 200 milh√Ķes, que lan√ßou as bases para a cria√ß√£o do assistente de voz. De acordo com o jornal The Information, a plataforma permaneceria incompleta por muito tempo em rela√ß√£o ao c√≥digo e gerenciamento, principalmente devido √†s incertezas por parte da empresa Cupertino sobre como implement√°-lo em seus dispositivos.

Steve Jobs

Segundo o ex-funcionário mencionado no relatório, parece que havia duas escolas de pensamento na Apple: por um lado, aqueles que alegavam que o SIRI deveria ser usado para realizar tarefas rápidas, por outro, aqueles que estavam convencidos de que o assistente de voz tarefas mais complexas devem ser atribuídas. Nesse caos, parece que foi Steve Jobs quem fez a diferença.

Leia também: Hey Siri, Ok Google, o que devo comprar? E onde?

Seria principalmente graças ao fundador da empresa Cupertino se o SIRI fosse integrado ao iPhone 4s, dando acesso aos vários recursos que conhecemos bem hoje. Jobs, como já aconteceu em outros projetos, exigiria uma simplificação na operação do assistente de voz, de modo a reduzir, por exemplo, para apenas 5 servidores, um componente que originalmente exigia até 500.

siri1

Como voc√™ vai se lembrar, por√©m, Steve Jobs morreu no dia seguinte √† apresenta√ß√£o do iPhone 4s. Isso deixaria a Apple sem uma vis√£o de longo prazo sobre o projeto SIRI, tanto que as evolu√ß√Ķes do assistente de voz ao longo dos anos foram mais limitadas do que era leg√≠timo imaginar.

Nesse sentido, muito dependeria de algumas limita√ß√Ķes inerentes ao c√≥digo SIRI original, o que criaria algumas dores de cabe√ßa para a equipe de desenvolvimento, especialmente na integra√ß√£o de aplicativos e servi√ßos de terceiros. Quest√Ķes t√©cnicas superadas hoje, enquanto permanecem as contradi√ß√Ķes organizacionais na infraestrutura trabalhando no assistente de voz.

WWDC 2017 Apple HomePod

De acordo com o jornal The Information, a equipe responsável pelo desenvolvimento do SIRI aprendeu a existência do HomePod apenas em 2015, apesar de o palestrante estar na fase de planejamento já em 2014, inicialmente concebido como um alto-falante sem fio sem funcionalidade inteligente. A mudança de rumo para a implementação do assistente de voz teria sido decidida com a chegada ao mercado do Amazon Echo.

Leia também: Official iPad Pro 10.5 e Apple HomePod, SIRI chega em casa

No entanto, deve-se enfatizar que esses são rumores não confirmados oficialmente. De qualquer forma, é claro que o SIRI precisa de uma etapa evolutiva subsequente, sem prejuízo do excelente ecossistema já disponível. Quem sabe que a Apple não tem surpresas reservadas para a WWDC 2018, que abrirá suas portas em 4 de junho.


Tom’s Recommend

iPhone 8, um dos smartphones com SIRI a bordo, está disponível para compra através Amazonas com um desconto de mais de 100 euros que o preço de tabela.