Samsung se despede da produção de smartphones na China

Samsung terminou a produção de smartphones na China devido à intensificação da concorrência local no maior mercado do mundo. Isso era de se esperar depois que o produtor sul-coreano cortou a produção na fábrica na cidade de Huizhou em junho passado. O motivo seria a difícil rivalidade de marcas chinesas como Huawei e Xiaomi.

Uma escolha justificada pelos √ļltimos resultados obtidos no mercado chin√™s. De acordo com dados de pesquisa da Counterpoint, de fato, A participa√ß√£o de mercado da Samsung caiu para 1% no primeiro trimestre de 2019, de 15% em 2013. O primeiro fabricante de smartphones do mundo afirmou ter tomado uma decis√£o dif√≠cil na tentativa de aumentar a efici√™ncia.

O equipamento de produ√ß√£o ser√° reatribu√≠do para outros locais de produ√ß√£o global, dependendo da nossa estrat√©gia de produ√ß√£o global com base nas necessidades do mercado“Disse a empresa em um comunicado. N√£o est√° claro para onde a produ√ß√£o realmente se mover√°, mas nos √ļltimos anos a Samsung expandiu a produ√ß√£o para pa√≠ses com uma baixos custos de m√£o de obra, como √ćndia e Vietn√£.

Na base, portanto, haveria custos crescentes de mão-de-obra e queda nas vendas no País do Dragão. De fato, no segundo trimestre de 2019, a Samsung nem aparece no ranking Рsempre elaborado pela Counterpoint Рem relação às quotas de mercado detidas na China. Por outro lado, o todo mercado de smartphones é dominado por marcas chinesas apesar do produtor de Seul ainda ocupar a primeira posição do pódio.

Em suma, é uma decisão histórica para a Samsung que Рentre outras coisas Рtestemunha o momento difícil que todo o setor de dispositivos móveis está passando. Por um lado, estamos passando por um impasse; por outro, é cada vez mais difícil competir com rivais capazes de oferecer dispositivos de alto desempenho a preços competitivos.