Samsung Galaxy S7: com Force Touch, câmera microSD e pouca luz [WSJ]

O Samsung Galaxy S7 é um dos anúncios mais esperados do primeiro semestre de 2016 e chamou a atenção. Muitas informações foram divulgadas sobre seus recursos técnicos e o artigo de hoje do Wall Street Journal vem à tona mais sobre o carro-chefe não anunciado.

O jornal cita fontes internas e diz que o Samsung Galaxy S7 terá sensores de pressão na tela, um recurso que vimos no iPhone 6s com 3D Touch e Huawei Mate S com Force Touch.

Outro recurso confirmado pelo WSJ é a porta USB Tipo C, que oferece melhores velocidades de transferência e carregamento de dados. É relatado que a porta fornecerá a vida útil da bateria durante todo o dia com apenas 30 minutos de carregamento. Se esse for o caso, a Samsung consolidará sua posição como o fabricante que mais cresce entre as maiores marcas.

Uma coisa que pode agradar a muitos é o retorno do slot para cartão microSD, mas o WSJ só confirma isso na versão regular do Samsung Galaxy S7 e não na borda.

É relatado que o Samsung Galaxy S7 terá uma nova câmera que permitirá tirar fotos melhores em condições de pouca luz. O módulo não se projetará como seu antecessor, o Samsung Galaxy S6, mas estará no mesmo nível do resto das costas do telefone. O que ouvimos é que a Samsung está trabalhando em uma câmera de 20 megapixels, que será 23% mais fina.

Finalmente, de acordo com o WSJ, o lançamento do novo carro-chefe nos EUA é esperado em meados de março, o que reforça os rumores de um anúncio em 21 de fevereiro, antes do MWC 2016.

Leia também: Samsung Galaxy S7: O novo carro-chefe terá 4 versões

Render

Samsung-Galaxy-S7-Plus-renders-03-570