Samsung, a era dos smartphones dobr√°veis ‚Äč‚Äčest√° prestes a come√ßar: seja bem-vindo ao Galaxy Fold!

O primeiro smartphone dobr√°vel foi finalmente apresentado. O Galaxy Fold apareceu no palco do evento Unpacked 2019 da Samsung, durante o qual a empresa sul-coreana tamb√©m apresentou o Galaxy S10, S10 + e S10e. √Č uma evolu√ß√£o real do modelo que foi mostrado em dezembro durante a Confer√™ncia Mundial de Desenvolvedores, demonstrando como est√°vamos realmente trabalhando nos bastidores deste projeto.

O aspecto principal do Galaxy Fold est√° certamente representado da tela Infinity Flex de 7,3 polegadas, fabricado com a tecnologia Dynamic AMOLED. Como √© f√°cil de entender, ele pode se dobrar para transformar o dispositivo em um smartphone facilmente transport√°vel. Al√©m disso, a l√≥gica desses dispositivos dobr√°veis ‚Äč‚Äčser√° precisamente a de poder atender √†s necessidades espec√≠ficas dos usu√°rios, antes de tudo no que diz respeito ao fator de forma.

O monitor Infinity Flex possui resolu√ß√£o QXGA + e propor√ß√£o em 4.2: 3. √Č meio mais fino que as telas vistas at√© agora no campo do smartphone, gra√ßas ao uso de um material de nova gera√ß√£o, que permite que ele seja flex√≠vel, mas resistente ao mesmo tempo. O mecanismo que permite a flex√£o √© composto por uma dobradi√ßa com m√ļltiplas engrenagens interligadas, oculta no corpo e capaz de retornar um sentimento semelhante ao de um livro. A Samsung enfatizou repetidamente que o uso do Galaxy Fold ser√° natural para o usu√°rio imediatamente.

H√° tamb√©m uma segunda exibi√ß√£o, na parte externa do corpo. ANesse caso, √© um painel de 4,6 polegadas com resolu√ß√£o HD +, caracterizado, entre outros, por uma propor√ß√£o espec√≠fica em 21: 3. Tecnicamente, estamos diante de um pequeno monstro de poder: o Snapdragon 855 acoplado a 12 Gigabytes de RAM, tr√™s c√Ęmeras traseiras, duas internas e uma posicionada na capa, alto-falante est√©reo AKG, suporte Bixby e 2 baterias para alimentar tudo (aguardamos detalhes no amperagem).

Grande atenção também para a parte do software. A interface do Samsung Galaxy Fold foi desenvolvido especificamente com o Google, para aproveitar ao máximo o mecanismo de dobramento. O envolvimento da empresa Mountain View sugere que esse tipo de dispositivo está destinado a ser capturado muito em breve, e é por isso que o próprio Android terá que se adaptar. Há suporte para Samsung DeX.

Previsivelmente, Galaxy Fold foi o protagonista no palco do evento por um tempo muito curto. A chegada ao mercado est√° prevista para 26 de abril de 2019, inicialmente nos Estados Unidos, mas tamb√©m chegar√° √† Europa em 3 de maio. Existem quatro varia√ß√Ķes de cores: Cosmos Black, Astro Blue, Marciano Green e Space Silver. Para compr√°-lo ser√£o necess√°rios 1.980 d√≥lares, que quase certamente se tornar√£o 2.000 euros de nossa parte.

Portanto, a batalha dos smartphones dobr√°veis ‚Äč‚Äčcome√ßou oficialmente. Agora depende da Huawei, que responder√° ao Galaxy Fold em alguns dias, domingo, 24 de fevereiro. Assim como no dispositivo Samsung, estaremos pessoalmente presentes para contar tudo ao vivo.