Rússia: Está caminhando na direção da autonomia tecnológica

A Rússia parece estar caminhando na direção de alcançar a autonomia tecnológica no campo dos computadores: a empresa russa MCST apresentou o Elbrus-4C, um CPU quad-core de alto desempenho, que espera ser uma alternativa aos produtos americanos da Intel e AMD.

Rússia: Está caminhando na direção da autonomia tecnológicaPara dados russos, de acordo com a Ars Technica, o Elbrus-4C é muito poderoso, mas isso não significa que seja de alta tecnologia.

De acordo com um relatório da Ars Technica, o Elbrus-4C usa a arquitetura Elbrus ISA. É uma arquitetura “fechada” e de qualidade; portanto, muitos detalhes não são conhecidos.

Para a Rússia e a Rússia, de acordo com a Ars Technica, o Elbrus-4C é muito poderoso, mas isso não significa que seja de alta tecnologia.

Um de seus principais recursos é a emulação x86, o que significa que é compatível com a maioria dos softwares de desktop.

De acordo com as especificações técnicas que se tornaram conhecidas, possui 986 milhões de transistores (sem uma GPU embutida). “No geral, o Elbrus-4C provavelmente está alguns anos atrás das fichas ocidentais, mas é uma comparação direta”, afirmou o relatório.

Em termos de suporte operacional, existe uma versão especial do Linux, chamada Elbrus, enquanto o Windows XP e outros sistemas operacionais compatíveis com x86 também são suportados. O preço do Elbrus-4C não foi anunciado, mas, de acordo com a Kommersant, será menor do que os chips ocidentais correspondentes.

Observa-se que nos últimos anos, a Rússia e a China parecem estar se movendo na direção da “autonomia computacional”, reduzindo sua dependência da tecnologia dos EUA no campo dos computadores.

Fonte: naftemporiki.gr