Revis√£o do Samsung Galaxy A80: luzes e sombras, mas a c√Ęmera rotativa √© uma lufada de ar fresco

O Samsung Galaxy A80 é um smartphone que, com alguns truques, poderia ter se transformado em uma melhor compra. Por exemplo, os 679 euros solicitados na lista de preços são muitos, considerando a folha de dados técnicos e, acima de tudo, o que é oferecido pelos concorrentes, mesmo em valores mais baixos. Uma oportunidade perdida, mesmo se houver áreas nas quais esse dispositivo convença totalmente.

Um deles √© o setor fotogr√°fico, com os tr√™s sensores traseiros que, gra√ßas a um mecanismo de rota√ß√£o, tamb√©m podem ser usados ‚Äč‚Äčpara selfies. Uma solu√ß√£o que, inevitavelmente, tamb√©m afeta o design do Galaxy A80, que certamente representa uma onda de not√≠cias em compara√ß√£o com o uso desenfreado de entalhes e “buracos” na tela.

No entanto, como costuma acontecer, a desvaloriza√ß√£o j√° est√° de acordo com a nova criatura da Samsung. A Amazon, de fato, prop√Ķe, neste momento, a 569 euros. Um n√ļmero ainda alto, mas que atesta que a tend√™ncia √© a de queda no curto prazo. Pelo pre√ßo certo, que na minha opini√£o √© de cerca de 400 euros, este dispositivo ter√° a sua opini√£o.

Design e c√Ęmera, elementos complementares

A frente do Galaxy A80 é ocupado inteiramente pela tela. Isso foi possível graças à adoção do mecanismo de rotação do módulo fotográfico traseiro: basta operá-lo para ver uma espécie de trenó subindo da borda superior, com os três sensores que literalmente giram para a frente.

Pareceu-me uma solução absolutamente sólida, mesmo se você perder um pouco de imediatismo ao tirar selfies. Além disso, é um mecanismo que inevitavelmente afetou o peso total do smartphone, igual a 220 gramas, que todos sentem na mão. No entanto, pouco se pode dizer em termos de construção: a concha é feita inteiramente de vidro e metal e proporciona ao toque uma sensação excelente.

Impossível usá-lo com uma mão, também dada a diagonal da tela de 6,7 polegadas. Infelizmente, a certificação de impermeabilidade está ausente, assim como não é possível expandir a memória (que no entanto é de 128 Gigabyte). Também falta a tomada de áudio de 3,5 mm e, considerando como a espessura toca 9,3 mm, é uma falta incompreensível.

A colora√ß√£o preta retratada nas imagens √© muito bonita, caracterizada por detalhes dourados. No entanto, o Galaxy A80 tamb√©m est√° dispon√≠vel nas variantes Silver e Gold, esses tamb√©m definitivamente impactam ao vivo. Deste ponto de vista, a Samsung prestou aten√ß√£o especial, com a l√≥gica de poder interceptar os gostos do maior p√ļblico poss√≠vel.

De qualquer forma, ter a superf√≠cie frontal quase inteiramente ocupada pela tela √© um prazer para os olhos. Tamb√©m estamos diante de uma tela de excelente qualidade, feito com a tecnologia Super AMOLED e caracterizado por uma resolu√ß√£o de 1.080 x 2.400 pixels, com uma propor√ß√£o de 20: 9 (portanto, particularmente “esticada”) e protegida por um vidro Gorilla Glass 3.

O painel pode ser visto perfeitamente ao ar livre, possui excelentes √Ęngulos de vis√£o e bom brilho. O Gorilla Glass 3 possui pequenas impress√Ķes digitais, o que facilita a visibilidade nas mais variadas condi√ß√Ķes. A reprodu√ß√£o de cores tamb√©m √© de bom padr√£o e tamb√©m existe o modo Awalys-On, que permite visualizar notifica√ß√Ķes, hora e clima, mesmo com o smartphone em modo de espera.

Excelentes not√≠cias do setor fotogr√°fico. O m√≥dulo traseiro √© composto por um sensor principal de 48 megapixels f / 2.0, combinado com um segundo sensor de grande angular de 8 megapixels f / 2.2 e um terceiro sensor 3D ToF para profundidade de campo. Uma configura√ß√£o que oferece essa versatilidade de uso, adaptando-se a v√°rias condi√ß√Ķes de disparo.

Os resultados são muito bons durante o dia, com o modo noturno da Samsung, que fez grandes progressos desde há algum tempo: as imagens, mesmo com pouca luz, são definitivamente agradáveis. Além disso, o sensor ToF, que funciona em conjunto com o sensor de 48 megapixels, permite obter excelentes efeitos bokeh (assunto em foco e fundo desfocado).

Basta pressionar o bot√£o apropriado do aplicativo da c√Ęmera para fazer esses tr√™s sensores “capotarem” e us√°-los para selfies. Nesse caso, no entanto, limites de software genuinamente inexplic√°veis ‚Äč‚Äčassumem o controle: o foco autom√°tico √© desativado em favor do foco fixo; o flash n√£o pode ser usado, a tela iluminar√° os rostos; a foto √© de 8 megapixels, embora seja poss√≠vel restaurar a resolu√ß√£o original.

Observe voc√™, as selfies do Galaxy A80 est√£o entre as melhores do ramo, tanto durante o dia quanto √† noite, mas esses limites de software fazem pouco sentido. Os v√≠deos podem ser gravados com resolu√ß√£o de at√© 4K a 30 qps. A estabiliza√ß√£o eletr√īnica, no entanto, s√≥ entra em cena em Full-HD (30/60 fps) e, em geral, a qualidade dos v√≠deos √© realmente muito boa.

Desempenho e autonomia, balançando resultados

A plataforma de hardware com a qual o Galaxy A80 está equipado é excelente. De fato, existe o Snapdragon 730 (visto, por exemplo, em ação no Xiaomi Mi 9T, você pode encontrá-lo na Amazon neste link) juntamente com 8 Gigabytes de RAM. O smartphone é responsivo e fluido, mesmo quando está estressado, embora, de tempos em tempos, tenha notado algum pequeno atraso.

A parte do software √© confiada ao Android 9 Pie, personalizado com a interface OneUI 1.1. Considero o √ļltimo, como j√° foi dito em outros coment√°rios, uma das melhores interfaces do cen√°rio dos rob√īs verdes, junto com o MIUI da Xiaomi. O que me convenceu menos, no entanto, √© a implementa√ß√£o do sensor de impress√£o digital: ele √© integrado diretamente na tela e geralmente n√£o √© muito r√°pido no desbloqueio, al√©m de mostrar algumas dificuldades, ocasionalmente, no reconhecimento da impress√£o digital.

Discurso semelhante para √°udio de plant√£o. De fato, n√£o existe c√°psula do ouvido real (veja o design), para o qual as vibra√ß√Ķes da tela s√£o usadas durante as chamadas telef√īnicas para transmitir o √°udio. O resultado √© uma qualidade revis√°vel, com um volume n√£o muito alto e uma sensa√ß√£o de “eco” que, em algumas circunst√Ęncias, pode criar alguns problemas no entendimento do interlocutor. Para a reprodu√ß√£o de conte√ļdo multim√≠dia, o alto-falante mono posicionado na parte inferior (qualidade m√©dia) √© usado.

Conectividade completa: LTE de at√© 800 Mbps, Wi-Fi ac de banda dupla, Bluetooth 5.0, NFC, suporte para Dual SIM, GPS A-GLONASS Galileo BDS. Autonomia, por outro lado, n√£o faz voc√™ chorar pelo milagre, dando resultados. De fato, com meu uso habitual (misturado entre LTE e Wi-Fi, 2 contas de email, centenas de notifica√ß√Ķes de redes sociais e aplicativos de mensagens instant√Ęneas, mais de 2 horas de chamadas telef√īnicas), consegui cobrir quase 16 horas desde a tomada de energia at√© Acesso de 3 horas √† frente da tela.

Em resumo, a bateria de 3.700 mAh, quando está particularmente estressada (pense em dias com muitos vídeos e fotos, talvez em feriados), pode precisar de um custo adicional durante as 24 horas. Sob esse ponto de vista, no entanto, há suporte para carregamento rápido a 25W, completo com um carregador especial incluído no pacote.

Conclus√Ķes: quem deve compr√°-lo?

Hoje ainda √© prematuro focar no Galaxy A80. Como visto na revis√£o, no entanto, √© um produto decididamente interessante, que em algumas √°reas (consulte a tela e a c√Ęmera) consegue dar o melhor de si. No entanto, posicionado a 679 ‚ā¨, deve colidir com produtos como o Mi 9 da Xiaomi (que come√ßa em 449 ‚ā¨) ou o OnePlus 7 (que come√ßa em 569 ‚ā¨), ambos com muito mais desempenho.

Cerca de 400 euros, pode ser recomendado com os olhos fechados, tornando-se o smartphone ideal para quem procura uma tela grande e uma boa c√Ęmera, enquanto quer se diferenciar da multid√£o com um design exclusivo de seu tipo.