Revis√£o do IPad Pro, testes extensivos e uso experimental

Introdução

Depois de anos em que a pol√≠tica da Apple se concentrou em poucos, de fato muito poucos produtos, a empresa californiana agora est√° diversificando a oferta e depois de dois iPhones e dois iPads, o iPad Pro chega. Al√©m de uma an√°lise t√©cnica do produto, nesta revis√£o, queremos entender melhor o que esse “profissional” significa no final do nome.

Profissional pode ter muitos significados, identificar profiss√Ķes espec√≠ficas, como a Apple mostrou em algumas de suas mensagens. O iPad Pro pode ser uma ferramenta para m√©dicos, arquitetos, artistas, mas o que muitos de n√≥s perguntamos √©: posso usar o iPad Pro em vez do notebook?

Para responder a essa pergunta, nos for√ßamos a ficar sem o laptop por alguns dias e usar o iPad Pro combinado com o teclado Logitech Create. Obviamente, as profiss√Ķes mudam, assim como o software e as necessidades. J√° podemos assumir que, na aus√™ncia de aplicativos espec√≠ficos, √© √≥bvio que nem todas as atividades podem ser realizadas com o tablet, mas entraremos em mais detalhes posteriormente.

estética

Esteticamente, existem poucas diferen√ßas em compara√ß√£o com outros iPads. Na frente, h√° o bot√£o inicial usual, que tamb√©m √© o leitor de impress√£o digital Touch ID, bot√Ķes liga / desliga, controle de volume, carrinho para o cart√£o Nano SIM e o conector Lightning, nas v√°rias extremidades, enquanto atr√°s √© apenas a c√Ęmera traseira, sem flash LED.

her√≥i pro do √Ęngulo traseiro do ipad

Uma novidade é a presença de um conector auxiliar, três pequenos contatos na borda esquerda, que permitem conectar acessórios, o que, neste momento, significa apenas o teclado. Para os modelos Apple e Logitech, os três contatos não apenas permitem ativar e usar o teclado, mas também gerenciar a fonte de alimentação. De fato, os teclados não integram uma bateria e não precisam ser recarregados, mas consomem a energia necessária diretamente do iPad. Uma excelente opção no dia a dia, feita de baterias para recarregar.