Pesquisa: aplicativos m├│veis “espionam” regularmente os usu├írios

aplicativos espi├ÁesOs aplicativos para smartphones Apple e Android parecem coletar e enviar muitas informa├ž├Áes do usu├írio a terceiros, de acordo com uma pesquisa recente.

Pesquisadores do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), Harvard e Carnegie Mellon, estudaram 110 aplicativos dispon├şveis no Google Play e na App Store.

Eles descobriram que 73% dos aplicativos Android compartilham os endere├žos de e-mail dos usu├írios e 47% dos aplicativos iOS compartilham dados de localiza├ž├úo.

A Ag├¬ncia de Prote├ž├úo de Dados Pessoais diz que tem muito mais evid├¬ncias de como nossos dispositivos “traem”.

O estudo, intitulado Who Know What About Me ?, explora os antecedentes desses aplicativos e como eles compartilham os dados pessoais dos usuários com terceiros. O estudo analisou 55 dos aplicativos Android mais populares e o mesmo número de aplicativos iOS.

Os pesquisadores registraram o tr├ífego via HTTP e HTTPS ao usar os v├írios aplicativos e pesquisaram transmiss├Áes que inclu├şam informa├ž├Áes pessoais, informa├ž├Áes comportamentais, como termos de pesquisa e dados de localiza├ž├úo.

Eles descobriram que os aplicativos Android enviavam dados confidenciais para 3,1 dos dom├şnios de terceiros, enquanto os aplicativos iOS tinham uma m├ędia de 2,6 dos dom├şnios de terceiros.

Os aplicativos Android compartilham mais informa├ž├Áes pessoais, como nome (49% dos aplicativos) e endere├žo (25%), em compara├ž├úo com os aplicativos iOS, nos quais 18% compartilham nomes e 16% compartilham endere├žos de email.

Dados significativos vieram de aplicativos relacionados à saúde, onde 3 de 30 aplicativos compartilhavam termos de pesquisa e entrada do usuário com terceiros.

Por fim, ├ę mais prov├ível que os aplicativos Android vazem dados para o Google e o Facebook, com o aplicativo Text Free sendo o que mais vaza, pois oferece chamadas e mensagens gratuitas via Wi-Fi. Este aplicativo envia dados para 11 dom├şnios de terceiros.