Patras: Emo√ß√£o pela morte de um jovem blogueiro – “Bend” um dia ap√≥s sua celebra√ß√£o!

patra_bloggerO blogueiro George Kantartzopoulos Ele “postou” a batalha com a qual estava lutando morte – Sua aventura chocou amigos e parentes em Patras

Um dia ap√≥s o seu nome, George Kantartzopoulos faleceu aos 33 anos. O conhecido blogueiro Patrinos, engenheiro de som e m√ļsico, era conhecido no mundo da internet como George Kant. <‚Ķ>

Ele faleceu ontem de manhã em sua casa em Patras, depois de uma batalha corajosa com uma forma rara de linfoma.non hodgkin, com desenvolvimento no sistema nervoso central e no cérebro.

Mas George n√£o havia descartado. Ele criou o blog www.georgekant.com, no qual criou a coluna c-answer, na qual escreveu com humor e bravura sobre a aventura de sua sa√ļde e os v√°rios est√°gios.

Ele descreveu o sistema de sa√ļde como experimentado, a falta de drogas, a batalha para garantir uma fila na lista de espera para quimioterapia. Ele escreve, entre outras coisas, em uma de suas postagens.

“Simplesmente chegou ao nosso conhecimento ent√£o. Este m√™s, descobri muitos efeitos colaterais estranhos do c√Ęncer, eventos e situa√ß√Ķes que aparecem √† sua frente, onde voc√™ menos espera. Ent√£o, eu tive o m√™s de ins√īnia, a perda de uma no√ß√£o do tempo, mas tamb√©m uma embolia pulmonar que me levou de volta √† Salva√ß√£o e me privou de cinco dias de radia√ß√£o.

Em algum lugar aqui, a vida cotidiana na HYGEIA come√ßa, com um novo m√©dico e uma nova maneira de lidar com isso. Todos os tratamentos de quimioterapia falharam e agora estamos no ponto em que se fala muito sobre a necessidade de descongestionar os tumores de outra maneira. De uma maneira que n√£o √© coberta em hospitais p√ļblicos, que “n√£o √© coberta a tempo”. N√£o √© coberto em casos como o meu, ou seja, que exigem m√°quinas especializadas que n√£o danifiquem nenhum outro instrumento que exista pr√≥ximo ao ponto de radia√ß√£o. A “escolha”, ent√£o, era essencialmente uma via de m√£o √ļnica.

Novo verso: h√° SA√öDE e esplendor, h√° calma, juro-lhe Elias. Port√£o 13. (“Nojo” po√©tico, √© claro que sou um atleta ol√≠mpico, tamb√©m o afirmei na Administra√ß√£o Fiscal).

Os dias passam, portanto, com a √°rea do meu peito (peito, chave, peito) agora incontrol√°vel e com grandes incha√ßos. Nada demais: √© como uma coisa saindo do seu peito como se voc√™ tivesse engolido uma gaita, pronta e presa debaixo do pesco√ßo, para que, se voc√™ a der ao vivo, tenha as m√£os livres “.

Fonte: newsit.gr