Os chineses fizeram uma câmera que tira fotos a 45 km

Zheng-Ping Li e pesquisadores da Universidade de Ciência e Tecnologia de Xangai criaram uma câmera muito poderosa.

A câmera tira fotos a uma distância de 45 quilômetros, apesar das distorções na atmosfera, fotos que podem não ser completamente nítidas, mas que podem capturar o objeto.

A câmera é baseada na tecnologia que detecta fótons únicos, em combinação com algoritmos especiais, criando imagens de alta resolução.

Em essência, um laser ilumina o assunto e a câmera cria a imagem a partir da luz refletida após atingir o assunto. A vantagem do método é que a câmera leva em consideração os fótons que retornam em um horário específico e ignora o que está fora desse período.

O laser emite raios infravermelhos, que não afetam a visão humana e oferecem melhor desempenho em ambientes urbanos onde a poluição do ar é alta.

A câmera consiste em um telescópio de 280 mm, um detector de fótons e um espelho, renderizando imagens bidimensionais, enquanto a determinação da gravação de fótons em um período mais longo permite a criação de imagens 3D.

A câmera, que é do tamanho de uma caixa de sapatos, foi tirada colocando-a no 20º andar (para evitar a curvatura da Terra, ah, sim, a Terra não é plana) de um edifício na Ilha Chongming, em Xangai, com o objetivo de Edifício da Aviação Civil de Pudong a 45 km.

O resultado final nos permite ver o edifício, até suas janelas.

Leia mais sobre a nova câmera aqui.