Os AirPods da Apple, iFixit, não oferecem nenhuma percepção sobre reparabilidade!

A Apple “√© inteligente, mas n√£o se aplica”, prova zero no boletim recebido da iFixit sobre a capacidade de reparo dos novos fones de ouvido intra-auriculares AirPods de segunda gera√ß√£o. A equipe editorial, especializada na demoli√ß√£o de dispositivos de alta tecnologia para verificar seu n√≠vel de manuten√ß√£o, teve que se render diante das evid√™ncias: os AirPods praticamente n√£o podem ser reparados fora dos centros de servi√ßo oficiais e, portanto, sua vida dificilmente pode exceder muito o limite estabelecido pela garantia de 2 anos. Um problema ao se falar de um produto que varia de 179 a 229 euros, dependendo do caso selecionado.

Os problemas s√£o basicamente dois, mas enormes. Os fones de ouvido s√£o literalmente irrepar√°veis ‚Äč‚Äčantes de tudo, de fato, abri-los simplesmente significa destru√≠-los, conforme verificado pela equipe do iFixit por radiografia. L√° tamb√©m caso com carregamento sem fio no entanto, n√£o est√° livre de defeitos, pelo contr√°rio. De fato, uma an√°lise detalhada revelou que as soldas dentro t√™m furos.

Um fen√īmeno conhecido como “anula√ß√£o”, que geralmente indica pouco cuidado na fase de constru√ß√£o, ou talvez pressa excessiva. Tamb√©m estes s√£o tamb√©m quase imposs√≠vel desmontar completamentetanto que, para a parte superior, bastava usar uma ferramenta espec√≠fica, para a inferior, as crian√ßas do iFixit tiveram que recorrer a uma mini serra circular, na pr√°tica tamb√©m quebrando o dispositivo nesse caso.

De resto, os √ļnicos aspectos interessantes que emergiram da an√°lise dos componentes utilizados dizem respeito √† lasca Bluetooth 5.0 e baterias. O primeiro √© um modelo H1, que substitui o W1 anterior, enquanto as baterias s√£o id√™nticas √†s dos fones de ouvido da primeira gera√ß√£o, com capacidade de 93 mWh. Porque a Apple declara 50% mais autonomia comparado ao modelo do ano passado, √© claro que a melhoria deve estar necessariamente ligada √† mudan√ßa do chip Bluetooth.