O vazamento de código do iBoot é o “maior da história da Apple”

ios-security-update-570

No passado, aprendemos sobre vários casos em que a Apple foi vítima de roubo de dados. Por exemplo, há alguns meses (e especificamente no verão passado), um pedaço do código HomePod revelou o design do aniversário do iPhone X.

Mas, de acordo com Jonathan Levin, autor de livros para iOS e macOS, nenhum dos vazamentos anteriores é comparável ao que ocorreu há um tempo. Especificamente, um usuário anônimo postou no GitHub um código do iBoot, o programa responsável por “inicializar” o iOS em iPhones, iPads e iPod Touch. Essa é uma das partes mais importantes do software da Apple e, se alguém souber, poderá invadir todo o sistema, causando danos e roubando dados dos usuários.

date-bug-ios-01-570

A sequência do código do iBoot postada no iOS 9, mas grande parte (se não a grande maioria) é a mesma do iOS 11. Assim que vazou, a Apple exigiu a retirada da postagem do GitHub, algo que finalmente aconteceu em breve. Mas muitos usuários já viram o código, o que certamente perturbou os engenheiros de software da Cupertino. Segundo Levin e outros analistas, este é o maior vazamento na história da Apple. Se considerarmos que atualmente milhões de dispositivos i podem estar em risco de ataques eletrônicos, percebemos a seriedade da situação.

Resta saber se o problema será resolvido ou se a Apple irá lidar com isso de forma a eliminar o risco e a agitação da Internet. Os usuários do GitHub que viram o código podem não ter más intenções. Novamente, um deles pode ter o conhecimento e a vontade de penetrar no iOS e causar um pequeno pânico global. Num futuro próximo, aprenderemos os efeitos do novo vazamento e se ele é tão grande quanto alguns afirmam.

Fonte