O tamanho do mercado doméstico de livros tem declinado nos últimos três anos

A indústria de publicação de livros na Grécia é caracterizada por um número relativamente grande de empresas envolvidas na publicação e / ou importação de livros. Várias dessas empresas também estão envolvidas em outras atividades, como publicação de revistas e jornais, publicações impressas, artes gráficas, etc.

A maioria das editoras (a maioria pequena) ainda mantém seu caráter de família. Quanto à estrutura do mercado doméstico de livros, ele é fragmentado e as empresas do setor possuem quotas de mercado limitadas. Os últimos desenvolvimentos do setor são destacados na versão mais recente do estudo relevante do setor, recentemente conduzido pelo Departamento de Estudos Financeiros do ICAP Group SA.

Quanto ao processo de produção de livros, poucas empresas participam de todas as etapas da produção (pré-impressão, impressão, pós-impressão). As empresas verticais, além dos formulários que produzem por conta própria, em muitos casos prestam serviços a terceiros. Em alguns deles, a porcentagem de trabalho realizado para terceiros (por exemplo, impressão, artes gráficas) excede a porcentagem de trabalho realizado na mesma conta.

De acordo com os resultados do estudo setorial, o mercado interno total de livros (em valor) flutuou durante o período 1999-2010, com uma taxa média anual de variação de -1,38%. Em 2010, o valor de mercado dos livros diminuiu mais 6,7% em relação a 2009. É óbvio que o comportamento do consumidor foi afetado pela recessão econômica em nosso país.

Índice de evolução do valor do mercado doméstico de livros (1999-2010)O tamanho do mercado doméstico de livros tem declinado nos últimos três anos

De acordo com os dados de pesquisa relevantes da VIVLIONET SA, a emissão de novos títulos de livros no período 2004-2008 mostrou uma tendência ascendente, com uma taxa de crescimento média anual de 6,13%. No entanto, em 2009, o número de novos títulos de livros publicados diminuiu significativamente, o que reflete as conseqüências diretas da crise econômica no setor já em 2009, antes que a Profundidade da Crise se tornasse aparente. 24,7% da produção total de novos títulos de livros, seguida pelas categorias “literatura” e “livros infantis”, com percentuais de 23,8% e 20,1, respectivamente.

www.icap.gr