O Samsung Bio-Processor Ă© o chip definitivo para wearables

Samsung Electronics ele anunciou Processador biolĂłgico, um chip “tudo em um” destinado ao mercado dos EUA vestĂ­vel relacionados ao mundo da atividade fĂ­sica e da saĂșde em geral. O novo Bio Processador, atualmente em produção em massa e integrado no primeiros produtos em meados de 2016, “foi projetado especificamente para incentivar o desenvolvimento acelerado de dispositivos de vestir inovadores para consumidores que monitoram cada vez mais sua saĂșde e atividade fĂ­sica diariamente”.

samsung bio processador

O bioprocessador pode de fato processar cinco sinais biomĂ©tricos diferentes. O chip nĂŁo consegue lidar com o bioimpedĂąncia (BIA), ou seja, a impedĂąncia do corpo para determinar a composição corporal (massa gorda, massa magra, ĂĄgua total), mas tambĂ©m da fotopletismografia (PPG). É uma medida Ăłptica nĂŁo invasiva usada para detectar a atividade do sistema nervoso autĂŽnomo atravĂ©s de alteraçÔes no volume de sangue nas extremidades.

O Bio-Processador pode gerenciar informaçÔes sobre o batimento cardiaco, na temperatura da pele e relacionado a resposta galvĂąnica da pele (RSG). Em resumo, o chip (atravĂ©s de sensores especiais) pode manter a gordura corporal, a massa muscular esquelĂ©tica, a frequĂȘncia cardĂ­aca e cardĂ­aca, o nĂ­vel de estresse e a temperatura da pele sob controle. A combinação de todas essas informaçÔes, de acordo com a Samsung, permitirĂĄ uma infinidade de “novos casos de uso”.

Do ponto de vista tecnolĂłgico, o Bio-Processador integra nĂŁo apenas o Analog Front Ends (AFE), mas tambĂ©m um microcontrolador (MCU), um circuito integrado para economia de energia (PMIC), um processador de sinal digital (DSP) e memĂłria eFlash. É um chip particularmente compacto, tanto que, de acordo com a Samsung, a ĂĄrea total ocupada Ă© igual a um quarto da ĂĄrea coberta pelos componentes individuais. Isso facilitarĂĄ a criação de designs inovadores.