O FBI alerta para a segurança das Smart TVs

Cofre da FBI Smart TV invadido

Se já temos uma TV inteligente que compramos na Black Friday, ou pretendemos nos tornar os proprietários de hoje, que é a Cyber ​​Monday, provavelmente devemos prestar atenção especial ao que o FBI relata.

Sobre o que é o aviso do FBI?

As TVs inteligentes são como TVs normais, com a diferença de que executam software avançado, têm acesso à Internet e oferecem muitos outros recursos.

Com o advento e desenvolvimento de vários serviços do tipo Netflix, muitos decidiram investir em um TV inteligente. No entanto, como qualquer dispositivo conectado à Internet, TVs inteligentes podem ser feitas norte de hackers.

Além disso, muitas TVs inteligentes agora têm uma câmera e um microfone para fazer chamadas, executar comandos de voz e muito mais. No entanto, para a maioria dos fabricantes segurança de dados do usuário final não é uma prioridade.

Esse é exatamente o principal argumento do FBI, que poucos dias antes dos maiores descontos do ano, a Black Friday e a Cyber ​​Monday, publicou um relatório de alerta sobre os perigos das TVs inteligentes.

O FBI alerta que hackers podem assumir o controle da TV inteligente nos piores casos para controlar a câmera e o microfone, para monitorar seu proprietário e sua casa.

Ataques contra TVs inteligentes podem ser raros, mas não são inéditos. Toda TV inteligente executa um software exclusivo ou modificado desenvolvido pelo fabricante. Como resultado, as falhas de segurança são difíceis de identificar e raramente corrigidas.

No início deste ano, os hackers revelaram que podiam roubar o fluxo de dados do Chromecast do Google e transmitir vídeos aleatórios remotamente. Além disso, o CIA desenvolveu nos últimos anos algumas das maiores vulnerabilidades das TVs inteligentes. Felizmente para o público, os documentos foram roubados e publicados no WikiLeaks.

O FBI alerta com base no instinto comum, citando principalmente cenários razoáveis ​​e possíveis ataques. No entanto, a maior questão diz respeito à quantidade de dados do usuário coletados pelas TVs inteligentes.

No início deste ano, o Washington Post informou que alguns dos mais populares fabricantes de TVs inteligentes, incluindo Samsung e LG, estão coletando toneladas de informação sobre o que os usuários estão assistindo. O objetivo das empresas é ajudar os anunciantes a influenciar os usuários por meio de publicidade direcionada.

O que podemos fazer

O FBI recomenda colocar fita preta nas câmeras de TV inteligente, atualizando o software da TV inteligente e sempre lendo Política de Privacidade que acompanha esses dispositivos.

Além disso, a maneira mais segura de usar a TV inteligente não é conectá-la à Internet, o que parece relativamente absurdo, porque não haveria razão para ter uma TV inteligente.