O Facebook compartilhou os dados pessoais dos usu√°rios com gigantes da tecnologia sem a permiss√£o deles

FacebookO Facebook continua a manter a “porta” aberta para os dados pessoais dos usu√°rios da plataforma popular e muitas empresas obt√™m acesso a eles, sem, √© claro, que os usu√°rios saibam a menor coisa para gerenciar seus dados. O Facebook n√£o apenas o torna um alvo para hackers e aplicativos fraudulentos de usu√°rios, mas tamb√©m para empresas que gostariam de lucrar com esses dados, com o Facebook fornecendo acesso a empresas de 2010 at√© o presente. De acordo com uma pesquisa do New York Times, o Microsoft Bing obteve acesso a amigos do Facebook, Netflix e Spotify foram capazes de ler as mensagens pessoais trocadas entre os usu√°rios, a Amazon adquiriu os nomes dos amigos de seus usu√°rios no ver√£o. Facebook, enquanto o Yahoo tinha a capacidade de ler o que todos os usu√°rios do Facebook est√£o carregando. Tudo isso, √© claro, sem que os membros do Facebook saibam o m√≠nimo, mas tamb√©m sem permiss√£o para faz√™-lo.Este relat√≥rio n√£o √© algo novo, mas √© uma continua√ß√£o do que o New York Times fez em junho sobre o mesmo assunto. , com o Facebook invocando o acordo de consentimento de 2011 e chamando essas empresas de “prestadoras de servi√ßos” para que elas tenham acesso privilegiado aos dados do usu√°rio sem precisar fazer a menor pergunta, algo com o qual nem todos concordam. , com alguns acionistas expressando sua oposi√ß√£o.