O estado grego vai para a nuvem

O procedimento para a instala├ž├úo obrigat├│ria de todos os aplicativos eletr├┤nicos centrais existentes e sistemas de informa├ž├úo das institui├ž├Áes do setor p├║blico na infraestrutura central de ├ígua do governo (G-Cloud) gerenciada pela Secretaria Geral de Sistemas de Informa├ž├úo e Decis├Áes do Minist├ęrio da Administra├ž├úo P├║blica, Administra├ž├úo P├║blica (Administra├ž├úo Especializada) Governo digital de Kyriakos Pierrakakis.

Este ├ę um processo pelo qual a. qualquer infra-estrutura (exceto as classificadas) mantida pelos ├│rg├úos p├║blicos ├ę registrada, b. todas as aplica├ž├Áes eletr├┤nicas existentes e os sistemas centrais de informa├ž├úo (exceto os classificados) dos Minist├ęrios, o NPDD, as Autoridades Independentes, da KTP SA. e IDIKA SA est├úo concentrados na G-Cloud da GSPA e se tornam sua propriedade, c. O GSPAD ├ę por este meio o ├║nico respons├ível pela celebra├ž├úo de acordos centrais relativos ├á aquisi├ž├úo de uma plataforma de software para a cobertura de Organismos do Setor P├║blico.

Pela primeira vez, o Estado grego registrar├í detalhadamente todas as suas infra-estruturas de informa├ž├úo e, ao mesmo tempo, prosseguir├í com a instala├ž├úo de todos os aplicativos e sistemas de informa├ž├úo centrais do Estado nas infra-estruturas centrais do governo do governo.

Segundo o ministro da governan├ža digital, esses processos atendem principalmente o cidad├úo e o melhor funcionamento do pr├│prio estado, reduzindo a burocracia e economizando dinheiro e recursos humanos que podem ser direcionados a servi├žos sociais ou outros.

O registro da infraestrutura ocorrer├í dentro de seis meses, para que haja uma avalia├ž├úo central de suas necessidades e capacidades e, em seguida, sua instala├ž├úo obrigat├│ria na infraestrutura central do governo (G-Cloud). Espera-se que o processo seja conclu├şdo at├ę 1┬║ de janeiro de 2022.

Cabe lembrar que a Uni├úo Europ├ęia est├í focada no desenvolvimento de uma rede de nuvens pan-europ├ęia chamada Projeto Gaia-X, que ser├í lan├žada na primavera de 2020 e ser├í o n├║cleo de sua infraestrutura digital.