O BND alemão espia em nome dos americanos!

O Servi├žo Federal de Intelig├¬ncia da Alemanha (BND) tem espionado pol├şticos e empresas europ├ęias h├í mais de uma d├ęcada, sob ordens da NSA.

Der Spiegel relata que há anos a NSA coopera com seus colegas na Alemanha, coletando dados de milhares de alvos.

O BND alemão espia em nome dos americanos!

Os ciberespi├Áes alem├úes alimentaram esses dados em seus pr├│prios sistemas de vigil├óncia. Os relat├│rios gerados foram avaliados pelo BND antes de serem devolvidos ├á NSA.

Em termos práticos, o BND parece ter tido acesso e monitorado o Ponto de Intercâmbio na Internet DE-CIX de Frankfurt, pelo menos desde 2009.

Os resultados dessas pesquisas em massa foram, pelo menos em parte, repassados ÔÇőÔÇőaos americanos como parte de um acordo coletivo entre os dois servi├žos.

Os objetivos inclu├şam pol├şticos europeus e empresas aeroespaciais e de defesa europ├ęias, como a Companhia Aeron├íutica de Defesa e Espa├žo Europ├ęia (EADS) e a Eurocopter.

Tudo est├í bem com a coopera├ž├úo entre espi├Áes at├ę agora.

Os trabalhadores do BND coletaram dados desses alvos bizarros (que nada tinham a ver com o acordo bilateral EUA-Alemanha assinado em 2002) sem protestar, pelo menos at├ę 2008. O acordo bilateral EUA-Alemanha teve como objetivo reunir os esfor├žos dos dois servi├žos para combater o terrorismo global.

No entanto, foi somente quando as revela├ž├Áes de Edward Snowden vieram ├á tona em 2013 que o servi├žo de intelig├¬ncia alem├úo come├žou a desafiar a pr├ítica, que tinha mais um perfil econ├┤mico de espionagem.

Estima-se que cerca de 800.000 solicita├ž├Áes selecionadas passaram pela NSA para o BND no total durante sua colabora├ž├úo. Um investigador interno ap├│s as revela├ž├Áes de Edward Snowden concluiu que pelo menos 2.000 dessas alega├ž├Áes de espionagem eram contr├írias aos interesses alem├úes ou mais amplos da UE.

O BND ajudou a NSA a espionar ministros e empresas europeias sem que ningu├ęm soubesse do parlamento alem├úo.

spy-camera

O governo do BND n├úo transferiu as descobertas do servi├žo para o gabinete do primeiro-ministro, simplesmente pedindo ├á NSA para n├úo filtrar as alega├ž├Áes que possam contrariar os interesses pol├şticos e econ├┤micos alem├úes.

Assim que o parlamento alem├úo foi informado das a├ž├Áes da NSA, o BND foi chamado a reconsiderar suas conclus├Áes antes de concluir que cerca de 40.000 metas estavam sendo direcionadas contra os interesses da UE e da Alemanha.

O relat├│rio do BND sobre as pr├íticas a seguir provocou novamente uma enorme controv├ęrsia pol├ştica sobre espionagem na Alemanha, segundo De Welt.

A controv├ęrsia amea├ža torpedear as rela├ž├Áes j├í tensas entre Berlim e Washington. A Alemanha ainda est├í em processo de curar suas feridas das revela├ž├Áes do ano passado, que relataram vigil├óncia em massa de cidad├úos alem├úes pela NSA, e intercepta├ž├Áes de dados de telefone celular da chanceler alem├ú Angela Merkel.

Fonte: secnews.gr