Nokia, três smartphones Android chegarão?

É Nokia-mania. Após o anúncio do primeiro feature phone há alguns dias, consumidores, entusiastas e profissionais não estão mais na pele para conhecer os novos smartphones baseados no Android que devem trazer de volta ao mercado a famosa marca finlandesa. Nessas horas, por exemplo, entre fotos, detalhes e fichas técnicas na Web, os rumores corriam bem três modelos Nokia, P, Z2 e D1C, com características bem diferenciadas que parecem colocá-los nos três segmentos de mercado canônicos, alto, médio e baixo ou pelo menos médio-baixo.

nokia render

Vamos começar com o Nokia P, que deve ter um SoC de última geração da Qualcomm Snapdragon 835, 6 GB de RAM é um Câmera principal de 23 Mpixel com óptica Zeiss. Em vez disso, o D1C se concentraria no mais barato Snapdragon 430 com a GPU Adreno 505, ladeada por 3 GB de RAM. Para completar os 32 GB de memória interna fornecidos, Tela Full HD, Câmera traseira de 13 Mpixel, frente de 8 Mpixel e Android 7 Nougat pronto para uso como sistema operacional.

nokia render2

As indiscrições também foram acompanhadas de algumas fotos mostrando dois corpos metálicos diferentes, caracterizados por linhas não realmente originais e, em uma, pela evidente falta de sensor para leitura de impressões digitais (talvez ele seja integrado sob a tela como para iPhone 8 e Galaxy S8?).

A estes, adicionamos um Nokia Z2, localizado no banco de dados Geekbench, que parece estar equipado com um Snapdragon 820 (mas a versão final pode ter o Snapdragon 821 mais recente) com taxa de clock de 1,77 GHz, ladeada por 4 GB de RAM. Nesse caso, o Android 6.0 Marshmallow ainda está a bordo do protótipo.

phpkaaoju

No passado recente, os rumores se referiam a apenas dois modelos, um de 5,2 polegadas e outro de 5,5, provavelmente com uma tela de 2K. A sensação é de que, como todos os principais fabricantes, a Nokia está experimentando várias soluções e configurações para extrair os dois modelos a serem oferecidos no mercado. De qualquer forma, o Mobile World Congress, em fevereiro, a vitrine da estreia, está se aproximando e, portanto, é provável que a situação pareça mais clara nas próximas semanas.