Nokia: Malware em smartphones dobrou

Cada vez mais, há relatos de empresas realizando pesquisas sobre infecções de smartphones por malware. Embora não seja apenas o Android que está sendo direcionado, a maioria dos relatórios lida com ele, pois é a maior plataforma do mundo.

Nesse caso, a Nokia no primeiro relatório de malware de seis meses do primeiro semestre de 2016 relata que a infecção por malware aumentou 96% no primeiro semestre e em abril estava no nível mais alto. De fato, as infecções por malware quase dobraram desde o segundo semestre de 2015.

Além disso, 78% de todas as infecções de rede móvel foram direcionadas para smartphones. Os dispositivos Android são de longe os mais direcionados, respondendo por 74% de todas as infecções por smartphones.

Em abril, as infecções por smartphones atingiram o pico, com números mostrando que um em cada 120 smartphones tem algum tipo de infecção por malware.

O número de aplicativos Android infectados aumentou 75%, atingindo 8,9 milhões em julho, ante 5,1 milhões em dezembro de 2015.

As três ameaças móveis mais perigosas, segundo a Nokia, foram: Uapush.A, Kasandra.B e SMSTracker, que juntas são responsáveis ​​por 47% de todas as infecções.

RelatĂłrio Nokia

RelatĂłrio Nokia

malware android