Nokia 3310, o bonito, o ruim e o feio

Todo mundo fala sobre o novo Nokia 3310. Pelo menos em um nível de mídia lá truque de marketing inteligente a empresa finlandesa HMD Global parece ter funcionado, mas, além do hype, esse novo modelo conseguirá se impor no mercado ou o seu principal objetivo termina em trazer a Nokia de volta aos lábios de todos? A resposta para todas essas perguntas deve necessariamente ser, porque é como querer encontrar a resposta para a pergunta fundamental sobre a vida, o universo e tudo.

Guia dos Mochileiros para a gal√°xia Arthur Dent

Mas, como somos um pouco como Arthur Dent, queremos nos aventurar da mesma maneira que o lend√°rio planeta Magrathea.

Nokia 3310, um gigante dos nossos tempos

Houve um tempo em que as imagens atualmente ocupadas pelo iPhone no setor m√≥vel eram o dom√≠nio indiscut√≠vel da Nokia. Os produtos da empresa finlandesa, de fato, estavam no in√≠cio do novo mil√™nio uma verdadeira obriga√ß√£o e o Nokia Tune, toque inspirado nas Gran Vals de Francisco T√°rrega, uma m√ļsica universalmente reconhec√≠vel.

Quem n√£o era jovem naqueles anos dificilmente pode medir o quanto a marca Nokia pesava e quanto seu sucesso contribuiu acima de tudo o 3310. Para ter uma id√©ia p√°lida, basta dizer que a partir de 2000, o ano de sua estr√©ia, at√© 2005, o ano onde a produ√ß√£o foi interrompida, o Nokia 3310 vendeu 126 milh√Ķes de esp√©cimes.

moderno nokia 3310 para ter placas troc√°veis ‚Äč‚Äčcorre s√©rie 30 mais 513294 2

As raz√Ķes para o seu sucesso foram diferentes. Primeiro de tudo Projeto, t√£o compacto, equilibrado e harmonioso, t√£o diferente de barras de chocolate pretas que encheu as vitrines da loja naqueles anos. Pr√°tico, confort√°vel, com a antena integrada quando todos ainda tinham uma externa, que se insere ao redor da tela e das teclas drop, tudo contribuiu para tornar o 3310 absolutamente √ļnico e ic√īnico no panorama da √©poca.

Al√©m do design inovador, o telefone celular (h√° quanto tempo n√£o uso esse termo?) tamb√©m era conhecido por outros recursos: a incr√≠vel estabilidade do sistema operacional, a excelente recep√ß√£o em todas as condi√ß√Ķes (ele tinha um chip 2G), um autonomia incrivelmente alta gra√ßas √† bateria de 1000 mAh (que horas!), a disponibilidade de alguns aplicativos matadores, incluindo o lend√°rio Serpente √© for√ßa incr√≠vel, que permaneceu gravado na imagina√ß√£o coletiva hoje. Em suma, na √©poca era um produto disruptivo, verdadeiramente inovador e, portanto, recompensado pelo mercado.

Nos √ļltimos tempos, o diretor da Vogue USA e v√°rias estrelas de Hollywood pensaram em relan√ßar a moda dos telefones celulares em vez dos smartphones. Um exerc√≠cio esnobe a meio caminho entre paix√£o vintage e desejo de transmitir concretude (Uso o telefone para telefonar, n√£o perco tempo), tudo justificado tamb√©m pela id√©ia de maior seguran√ßa, que, no entanto, sabemos ser uma lenda urbana.

Nokia 3310 2017 edição, marketing ou necessidade profunda?

N√£o sabemos se os criadores da HMD Global, a id√©ia de uma nova vers√£o do 3310 vieram dos exemplos mencionados acima, mas certamente no n√≠vel da comunica√ß√£o, √© uma ideia forte. O que desloca √© que, no momento, n√£o est√° claro se √© apenas isso, ou seja, um mero relan√ßamento da imagem, ou se h√° objetivos econ√īmicos concretos por tr√°s dela. Os sinais s√£o discordantes e contradit√≥rios.

Por um lado, a opera√ß√£o parece lembrar o feito com o Mini ou com o New 500: a atualiza√ß√£o de um modelo popular. Mas ali a opera√ß√£o envolve n√£o apenas o design, mas tamb√©m o conte√ļdo tecnol√≥gico e leva √† cria√ß√£o de um produto que, popular e barato, se tornou moda e nicho. Aqui, em vez disso, design √† parte, nada parece ter mudado e com essas premissas a edi√ß√£o de 2017 do Nokia 3310 parece n√£o ser capaz de atrair um p√ļblico-alvo espec√≠fico capaz de determinar seu sucesso no mercado.

nokia 3310 cores

O fato de que no Mobile World Congress a √ļnica novidade real foi a apresenta√ß√£o do restyling de um produto h√° mais de 10 anos, levaria voc√™ a refletir sobre o surgimento de talvez um nova consci√™ncia no mercado, de uma necessidade de concretude ap√≥s a intoxica√ß√£o de recursos, alguns dos quais raramente s√£o usados ‚Äč‚Äče nunca porque um smartphone n√£o pode substituir um PC ou laptop. Mas n√£o parece ser assim, pelo menos n√£o por esse motivo.

Se, por um lado, a HMD Global atualizou seu design ic√īnico, adaptando-o aos padr√Ķes contempor√Ęneos, n√£o parece ter feito o mesmo do ponto de vista do conte√ļdo t√©cnico. Visor maior e colorido aparte, de fato, parece n√£o haver nada atraente no Nokia 3310 para o p√ļblico atual, mesmo para os mais esnobes e procurando algo para se destacar. H√° o navegador da web, por exemplo, mas o chip √© 2G, como o montado no original de 2000 e, al√©m de Snake, n√£o h√° mais nada. Se a Nokia tivesse encontrado uma maneira de permitir o uso do WhatsApp e do Facebook mesmo na aus√™ncia de um sistema operacional como o Android, talvez esse novo 3310 pudesse realmente ser um vencedor, mas isso parece dif√≠cil.

A propósito próprio a escolha de 2G com duas bandas de frequência 900 e 1800 MHz, não permitirá que você use e, portanto, comercialize o Nokia 3310 em determinados mercados, como EUA, Canadá ou Austrália, em que eles não são mais usados. Afinal, a Nokia criou este smartphone especialmente para mercados emergentes, onde poderia vender bem também devido ao seu preço insignificante, no Ocidente, no entanto, a operação, além do marketing, não é convincente.

Gresso No 3310, o Nokia 3310 em tit√Ęnio

E então há ele, o Gresso em 3310, 1 versão em edição limitada projetada para o mercado russo, que foca na exclusividade e no luxo. Uma operação que, em certo sentido, está mais próxima das automotivas que mencionamos anteriormente.

id562614 1

De fato, o 3310 combina a lend√°ria indestrutibilidade do original com uma busca por exclusividade e, portanto, prop√Ķe uma concha inteiramente em tit√Ęnio, capaz de sobreviver a um teste de queda de uma altura de 10 metros. Os outros – poucos – recursos divulgados pelo fabricante listam um generoso espa√ßo de armazenamento de 32 GB, Bluetooth 3.0, c√Ęmera de 3 Mpixel, dual SIM, autonomia de 30 dias em standby e 75 horas em servi√ßo √© Conectividade com a Internet EDGE e GPRS. O smartphone deve estar inicialmente dispon√≠vel em um edi√ß√£o limitada de 3310 unidades (imaginativo, hein?), com custo inacess√≠vel, bem 3000 d√≥lares.

Em resumo, como você já deve ter entendido, este novo Nokia 3310, do qual todos falamos, permanece um objeto misterioso, atraente, mas não suficiente, vintage, mas não completamente e, em resumo, difícil de colocar. Até que tenhamos os primeiros dados de vendas em mãos, será difícil entender se foi apenas marketing ou a resposta certa no momento certo para uma nova e talvez ainda não expressa necessidade de mercado. Para todo o resto, você sempre pode perguntar ao supercomputador Deep Thought.