NASA: Não, não atingirá o asteróide em setembro

E ainda a NASA emitiu um anúncio oficial! Há muito tempo circulam rumores de que o céu virá à nossa cabeça. O boato é que um asteróide está em rota de colisão com a Terra e definitivamente nos atingirá em setembro.Terra-16 da NASA

De fato, os “especialistas” informam que a data da colisão será entre 15 e 28 de setembro.

Quanto ao ponto de impacto, os “cientistas” o colocam em algum lugar perto de Porto Rico.

Em suma, o inferno está chegando: o Atlântico e as margens do Golfo do México e dos Estados Unidos desaparecerão, assim como na América Central e do Sul.

Normalmente, os rumores sobre asteróides colidindo com o nosso planeta e destruindo a humanidade são ignorados pelos astrônomos, e eles se dão muito bem porque é uma perda de tempo.

Mas desta vez tivemos uma refutação oficial da NASA, que provavelmente não teve escolha a não ser intervir e pôr um fim à histeria online.

“Não há base científica – e nenhum vestígio de evidência – de que qualquer asteróide ou qualquer outro corpo celeste afete a Terra nessas datas”, disse Paul Chodas, diretor do Observatório Near Earth da NASA no Jet Propulsion Laboratory.

Para aqueles que querem saber a porcentagem de chances de um asteróide nos atingir nos próximos 100 anos: são apenas 0,01%.

A porcentagem vem de cientistas que usam telescópios espaciais e terrestres para rastrear cometas e asteróides que viajam 48 milhões de quilômetros do nosso planeta, por isso é provavelmente seguro assumir que suas previsões estão corretas.

“Nenhum dos objetos conhecidos atingirá nosso planeta no próximo século”, disse o pesquisador da NASA Paul Chodas.

Portanto, não há necessidade de se preocupar, a menos que você seja gaulês!