Não está usando seu smartphone? O aplicativo Hold premia você

Um aplicativo que envia uma recompensa real na forma de descontos ou vouchers com base em quanto tempo você não pode usar seu smartphone. Este é o Hold, o aplicativo criado pelo projeto de três estudantes da Copenhagen Business School que, nos primeiros três meses, já foi baixado por um quarto dos estudantes noruegueses.

A opera√ß√£o de espera √© simples. Uma vez instalado, basta inici√°-lo e parar literalmente de usar seu smartphone. Nesse ponto, inicia-se um cron√īmetro que, a cada 20 minutos, atribui um ponto. Esses pontos, uma vez acumulados, d√£o direito a descontos ou vouchers de v√°rios tipos, obviamente baseados nos parceiros que ap√≥iam a iniciativa.

manter app
Os três criadores do Hold

Hold já faturou US $ 1,4 milhão, graças ao interesse das várias empresas em promover seus produtos ou serviços por meio de descontos e cupons de aplicativos. Está disponível para Android e iOS, também pode ser instalado aqui na Itália, mas, na realidade, ainda não funciona em nosso país.

Sim, porque, pelo menos por enquanto, O Hold foi projetado para estudantes, muitas vezes distraído pelo uso de smartphones. De fato, para se registrar, é necessário indicar o instituto educacional que você frequenta (incluindo, é claro, as universidades) e fornecer o endereço de e-mail apropriado. No banco de dados, existem apenas as estruturas do Reino Unido, Suécia e Noruega.

S80315 16583672 (1)
S80315 16594072

No entanto, parece que a intenção dos criadores do Hold é permitir o funcionamento do aplicativo globalmente. A idéia por trás disso é certamente interessante, especialmente se você conseguir envolver os parceiros de negócios certos que podem oferecer bons vouchers e descontos atraentes para os usuários.

Quem sabe que aplicativos como o Hold não podem limitar o uso de smartphones durante determinadas atividades, assim como o estudo pode ser. Sem esquecer a possibilidade de expandir o serviço além dos alunos.


Tom’s Recommend

O Galaxy S9 + está disponível para compra através do Amazonas, com a chegada ao mercado prevista para 16 de março.