Mozilla: Firefox suportará extensões de plataforma cruzada

A Mozilla Foundation anunciou planos para desenvolver uma API de extensão da Web que seja compatível com extensões usadas pelos navegadores Chrome, Opera e Vivaldi.Firefox Mozilla

Isso significa que os desenvolvedores poderão desenvolver complementos que serão executados em vários navegadores sem precisar reescrever 2, 3 ou até 4 vezes as versões diferentes da mesma extensão.

Chrome e Opera já estão usando esse sistema para extensões, enquanto Vivaldi ainda está na fase de testes. A Microsoft também afirmou que está desenvolvendo um sistema semelhante para o Edge.

“Estamos desenvolvendo uma nova API do Firefox chamada WebExtensions”, disse Needham, da Mozilla. “Esta moderna API JavaScript tem várias vantagens, como o suporte a vários navegadores”.

A Mozilla Foundation acrescentou que o Firefox está se movendo em uma nova direção com seus complementos, sem ter acesso total ao kernel do Firefox, o que definitivamente oferecerá mais segurança e mais.

“Com uma mudança fundamental na maneira como o Firefox usa complementos, poderemos usar novas tecnologias como Electrolysis, Servo ou browser.html como parte do Firefox”, disse Needham.

Com a transição para novas tecnologias, como Electrolysis e Servo, a Mozilla Foundation mudará não apenas a maneira como os navegadores interagem com seu conteúdo, mas também como o navegador inteiro funciona.

Embora o suporte a vários processos pareça (e seja uma boa idéia para quem o conhece), isso significa uma revisão completa da arquitetura de todo o navegador.

É por isso que a API WebExtensions foi desenvolvida.

Ao desenvolver extensões usando a API WebExtensions, o programa será compatível com a Electrolysis.