Motorola One Vision: o primeiro contato com o modo Night Vision

Alguns dias ap√≥s a chegada ao mercado de Motorola One Vision, agendada para 3 de junho, a empresa organizou um evento no cen√°rio divertido do parque tem√°tico Shrek’s Adventure, em Londres. Para a ocasi√£o, tivemos a oportunidade de testar o novo smartphone Android One da casa alada, com um foco particular em desempenho do setor fotogr√°fico √† noite. As primeiras impress√Ķes foram absolutamente positivas e parece haver uma melhoria acentuada em rela√ß√£o ao antecessor do Motorola One.

Motorola One Vision possui uma c√Ęmera traseira dupla. O sensor principal de 1 / 2,25 ‚Ä≥ possui 48 megapixels com lente f / 1.7. Ele tira proveito da tecnologia Quad Pixel, que permite combinar quatro pixels em um de 1,6 ¬Ķm, retornando fotos realmente tiradas em 12 megapixels, mas com um n√≠vel maior de detalhes em condi√ß√Ķes de pouca luz. Nota de m√©rito pela presen√ßa de estabiliza√ß√£o de imagem √≥ptica, incomum nessa faixa de pre√ßo. Para auxiliar a c√Ęmera principal, existe um segundo sensor de 5 megapixels respons√°vel pela profundidade de campo. N√£o faltam algoritmos de intelig√™ncia artificial para apoiar o setor fotogr√°fico. √Č precisamente aqui que encontramos uma das principais caracter√≠sticas do smartphone: Modo de vis√£o noturna.

Sem vis√£o noturna

Vamos falar sobre o modo noturno cl√°ssico que tamb√©m encontramos a bordo de outros dispositivos que, gra√ßas √† IA e a um maior tempo de exposi√ß√£o, permitem que os sensores capturem uma quantidade maior de luz e criem imagens mais n√≠tidas em condi√ß√Ķes de ilumina√ß√£o dif√≠ceis. Devo admitir que a qualidade das imagens √† noite melhorou em compara√ß√£o com a gera√ß√£o anterior. Como voc√™ pode ver nas imagens do artigo, com o Night Vision ativo, o smartphone consegue tirar fotos realmente mais brilhantes, com uma faixa din√Ęmica mais ampla. A localiza√ß√£o tinha muito pouca luz.

O tempo de exposi√ß√£o √© de aproximadamente 2 segundos, no qual voc√™ deve evitar mover o smartphone. Nesses casos, no entanto, a estabiliza√ß√£o √≥ptica da imagem e a intelig√™ncia artificial interv√™m em conjunto, reduzindo o “efeito de desfoque”. As imagens aparecem assim com menos ru√≠do e com um bom n√≠vel de contraste. As cores s√£o fi√©is.

Certamente n√£o estamos no n√≠vel dos smartphones de primeira linha, como o Huawei P30 Pro e o Google Pixel 3 XL, mas ainda √© um bom resultado se analisado em rela√ß√£o ao segmento pertencente. O Motorola One Vision, de fato, chega ao mercado por ‚ā¨ 299,99. Nesse sentido, no entanto, ele ter√° que lidar com o feroz Redmi Note 7 que pode ser adquirido a partir de ‚ā¨ 179,90. Em suma, n√£o ter√° uma vida f√°cil, mas as performances fotogr√°ficas d√£o esperan√ßa.

Sem vis√£o noturna

A c√Ęmera frontal de 25 megapixels f / 2.0 est√° embutida em um buraco na tela. Nesse caso, a Vis√£o noturna n√£o pode ser selecionada. As selfies noturnas parecem, portanto, menos detalhadas. Infelizmente, n√£o tivemos a oportunidade de tirar fotos durante o dia. Por esse motivo, reservamo-nos o direito de expressar uma opini√£o na sala da frente durante a revis√£o.

Quanto ao design, o Motorola One Vision lembra o Honor View 20 com o buraco para a c√Ęmera frontal localizado no canto superior esquerdo da tela. A concha √© feita de vidro e a sensa√ß√£o √© agrad√°vel. Tem uma apar√™ncia elegante e a colora√ß√£o Safira √© realmente bonita. O smartphone tamb√©m est√° dispon√≠vel na variante de cor Bronze. O sensor biom√©trico – no qual est√° gravado o logotipo cl√°ssico da Motorola – est√° posicionado na contracapa. A tela √© um LCD IPS de 6,3 polegadas com uma propor√ß√£o de 21: 9. Portanto, ele tem a forma alongada, como os smartphones mais recentes da linha Sony Xperia.

A Motorola abandonou o processador Qualcomm em favor de SoC Exynos 9609 da Samsung, juntamente com 4 GB de RAM e 128 GB de memória interna expansível via micro-SD de até 256 GB. Muito cedo para julgar o desempenho. Poderemos aprofundar o tópico na revisão. O mesmo vale para a autonomia. A bateria é de 3.500 mAh cuja recarga é confiada à porta USB Type-C. Há também um conector de áudio de 3,5 mm e suporte a NFC.

Como foi dito no in√≠cio, o Motorola One Vision faz parte do programa Android One. A bordo, encontramos o Android 9 Pie na vers√£o quase estoque com a adi√ß√£o de algumas customiza√ß√Ķes muito pequenas do fabricante, limitadas √† presen√ßa do Moto Action e do Moto Display.

O Motorola One Vision estar√° dispon√≠vel na It√°lia por ‚ā¨ 299,99 a partir de 3 de junho. √Č sem d√ļvida um smartphone interessante que, no entanto, n√£o ter√° uma vida f√°cil, dada a aglomera√ß√£o que caracteriza esse segmento de mercado. No entanto, como j√° mencionado, as primeiras impress√Ķes s√£o positivas e esperamos que n√£o desaponte o uso di√°rio.