Milh√Ķes de teorias da conspira√ß√£o sobre Coronio est√£o circulando no Twitter

teorias

A ascens√£o da coroa√ß√£o √© uma das quest√Ķes mais comentadas do mundo. At√© o momento, 3.000 pessoas morreram com o v√≠rus e mais 89.000. Ent√£o, √© claro, existem muitas teorias, verdadeiras e n√£o, que est√£o circulando atualmente nas m√≠dias sociais.

Em particular, mais de 2 milh√Ķes de tweets foram postados no Twitter em tr√™s meses, promovendo teorias da conspira√ß√£o sobre o v√≠rus COVID-19. Uma dessas teorias afirma que o coronav√≠rus foi desenvolvido pela Funda√ß√£o Bill e Melinda Gates ou que foi o resultado de experimentos envolvendo armas biol√≥gicas.

Segundo a CNN, um homem da Mongólia foi preso e preso por 10 dias no mês passado, depois que começou a espalhar a notícia de que a corona é uma arma biológica criada pelos Estados Unidos. Ele também foi multado em 71 dólares.

O Washington Post relata que o governo dos EUA encontrou mais de sete not√≠cias semelhantes falsas espalhadas pelo Twitter. Alguns tweets enganosos tamb√©m alegaram que a coroa √© o resultado de “atividade n√£o autorizada e coordenada” e que governos estrangeiros est√£o deliberadamente tentando espalhar o medo pela emerg√™ncia internacional que surgiu sobre a sa√ļde.

Uma das teorias da conspiração afirma que a coroa foi criada nos laboratórios do Instituto Wuhan de Virologia, um instituto de ciências chinês afiliado ao governo do país. Outra versão dessa teoria afirma que o primeiro paciente infectado pelo vírus pertencia ao mesmo instituto. Uma teoria semelhante diz que os laboratórios trabalharam para fabricar armas biológicas para o exército chinês e o vírus vazou devido a um erro.

O que é a verdade

Cientistas de todo o mundo rejeitaram essas teorias da conspira√ß√£o. Vinte e sete cientistas conhecidos da sa√ļde p√ļblica emitiram uma declara√ß√£o conjunta dizendo que se op√Ķem a todas as teorias da conspira√ß√£o e as condenam fortemente. A declara√ß√£o foi publicada em uma revista m√©dica intitulada The Lancet em 19 de fevereiro.

Quanto aos usuários de mídias sociais, é uma boa idéia não divulgar e divulgar essas teorias que não são baseadas em evidências e fatos, pois muitas são as que tendem a acreditar nessas histórias.

O papel das mídias sociais

O Twitter não fez uma declaração oficial sobre o assunto, mas está trabalhando com autoridades federais para combater as teorias da conspiração.

No entanto, esses relat√≥rios mostram claramente como as teorias da conspira√ß√£o e as not√≠cias falsas est√£o ganhando for√ßa. Tamb√©m mostra como as plataformas de m√≠dia social desempenham um papel fundamental na divulga√ß√£o de informa√ß√Ķes erradas. A velocidade com que as not√≠cias falsas e as teorias da conspira√ß√£o est√£o se espalhando superou a dissemina√ß√£o do pr√≥prio v√≠rus!