Microsoft vende a divisão de telefones para Foxconn

Microsoft vendido a FIH Móvel, uma subsidiária da Foxconn, sua divisão que lida com o desenvolvimento dos chamados característica do telefone, para um total de US $ 350 milhões.

A transação envolverá a transferência de 4.500 funcionários sob a direção da FIH Mobile e a transferência de direitos de uso da marca Nokia, software, serviços, contratos e acordos com fornecedores.

Obviamente, o contrato afeta apenas telefones comuns, como Asha, a Series 40. e Nokia X, que já estavam basicamente congelados há dois anos, quando deixaram de ser atualizados ou desenvolvidos.

Nokia Asha 208

A Nokia está considerando a possibilidade de descartar o uso de sua marca para uma empresa chamada HMD Global, que deve fabricar smartphones com Android, enquanto a Microsoft se concentrará apenas em carros-chefe, provavelmente com a introdução do primeiro Surface Phone no próximo ano.

Além disso, é uma estratégia bem conhecida. Terry Myerson, chefe do projeto Windows, já havia admitido há muito tempo que o Windows Mobile não era a solução certa para conquistar o mercado consumidor. Em Redmond, portanto, tendo perdido essa guerra, vamos nos concentrar mais em mercado de negócios e entusiasta, criando modelos projetados não para grandes volumes de vendas, mas para criar um nicho de mercado específico. Como já aconteceu no Surface Pro e no Surface Book, o Surface Phone deve representar mais do que qualquer outra coisa. referência tecnológica de prestígio para o mercado e para os parceiros, capaz de mostrar o potencial da plataforma.