Mi Mix 3: 10 GB de RAM e suporte 5G, a palavra da Xiaomi!

O Mi Mix 3 da Xiaomi está se preparando para surpreender. Hoje, a empresa chinesa confirmou que seu próximo smartphone Android topo de gama pode contar com suporte para a rede 5G e 10 Gigabytes de RAM. A confirmação veio pelo Twitter e aumentou ainda mais as expectativas em relação a esse dispositivo, que será oficialmente apresentado em Pequim no dia 25 de outubro.

A sensação é de que a Xiaomi quase quer impressionar os concorrentes diretos. A rede 5G estará disponível para a população antes de 2022, pelo menos em nossa parte, portanto, inicialmente, o novo padrão de rede não pode ser usado no Mi Mix 3. No entanto, é certamente um primeiro passo importante, também porque certamente levará outras empresas a comercializar outros smartphones compatíveis.

Os 10 Gigabytes de RAM aumentar√£o ainda mais o n√≠vel das fichas t√©cnicas, que continuam a representar um elemento importante, especialmente no setor de marketing. Tamb√©m neste caso, a utilidade concreta, pelo menos inicialmente, ser√° parcial, mas √© claro que permitir√° √† Xiaomi estar um passo √† frente da concorr√™ncia e talvez, quem sabe, trabalhe em solu√ß√Ķes de software que possam realmente explorar todo esse poder.

Mas o Mi Mix 3 oferecer√° muito mais. O design com quadros reduzidos deve ser ainda mais extremo, a presen√ßa do sensor biom√©trico sob a tela tamb√©m √© muito prov√°vel, sem esquecer o mecanismo de deslizamento muito comentado para fazer as c√Ęmeras frontais aparecerem. Comparado com o do Find X da Oppo, ele n√£o deve ser motorizado, mas manual, com o pr√≥prio usu√°rio que pode oper√°-lo de acordo com os requisitos.

Descontada a presença do Snapdragon 845 Qualcomm, processador que em 2018 apresenta a maioria dos smartphones Android topo de gama. Em suma, o Mi Mix 3 é um candidato, pelo menos no papel, a ser um dos dispositivos mais interessantes deste ano. Tudo o que resta é aguardar a apresentação oficial de 25 de outubro.