Meizu M8 avaliação: boa ergonomia, desempenho de balanço

A Meizu é a empresa chinesa que tenta ir além das fronteiras nacionais e o faz comercializando produtos para cada faixa de preço. A filosofia é oferecer dispositivos caracterizados por uma boa relação qualidade / preço. Parece ser bom para o high-end (pense no Meizu 16 do qual você pode ler nossa resenha aqui), um pouco menos com o médio-baixo. Nesse caso, vamos falar sobre o Meizu M8.

O smartphone chega √† It√°lia por 219,99 euros, mas voc√™ j√° pode compr√°-lo em n√ļmeros mais baixos. √Č um dispositivo que ainda falta algo para tornar a experi√™ncia do usu√°rio totalmente satisfat√≥ria para a faixa de pre√ßo pertencente. Al√©m disso, ele se enquadra nesse segmento de mercado extremamente movimentado, dominado por marcas como Huawei, Xiaomi e Honor. Estes √ļltimos s√£o capazes de oferecer dispositivos com excelente desempenho a pre√ßos agressivos.

Precisamente por esse motivo, embora ciente do fato de que neste segmento é necessário aceitar compromissos, o fabricante chinês poderia ter ousado mais e preste atenção a alguns pequenos detalhes que poderiam ter feito a diferença, como Рpor exemplo Рo setor fotográfico.

Design ergon√īmico e desempenho de balan√ßo

Do ponto de vista est√©tico, o Meizu M8 mostra um estilo cl√°ssico. A concha √© feita de metal e as cores dispon√≠veis s√£o preto e azul (o √ļltimo objeto de nossa an√°lise). As dimens√Ķes de 147,5 x 72,7 x 8,1 mm e o peso de 159 gramas facilitam o uso e s√£o extremamente leves na m√£o. Um recurso agora dif√≠cil de encontrar nos smartphones atuais. O dispositivo √© ergon√īmico e f√°cil de manusear. N√£o h√° problema para alcan√ßar o volume f√≠sico e os bot√Ķes liga / desliga.

Na parte central, a tampa traseira abriga a parte traseira da c√Ęmara dupla e o sensor biom√©trico para reconhecimento de impress√Ķes digitais que se comporta muito bem. Tamb√©m √© bom o desbloqueio atrav√©s do reconhecimento de rosto que usa a c√Ęmera frontal. Obviamente, o resultado muda se houver falta de luz, mas, em geral, √© satisfat√≥rio. Ambas as op√ß√Ķes s√£o bastante r√°pidas e precisas.

Como pode ser entendido, não é um smartphone com grandes demandas. Aqui então encontramos uma frente Tela LCD IPS de 5,7 polegadas cuja resolução para em HD (720 x 1440 pixels). A proporção é de 18: 9. Não há entalhe e alguns Рcomo eu Рpodem gostar dessa falta. As bordas Рespecialmente a parte superior e inferior Рnão são muito pequenas. Meizu poderia ter lidado melhor com isso brilho máximo que achei significativamente abaixo da média. Tive dificuldade para visualizar em dias ensolarados. Em geral, ele tem um estilo sóbrio, mas um toque extra de personalidade teria sido apreciado.

O Meizu M8 está equipado com o Processador MediaTek Helio P22, ladeado por 4 Gigabytes de RAM e 64 gigabytes de memória interna expansível até 128 gigabytes via micro-SD. A parte gráfica é confiada à GPU PowerVR GE8320. No uso diário simples, comporta-se discretamente sem problemas particulares. Enquanto isso, ele começa a se esforçar mais e a hesitar quando solicitado a realizar várias atividades ao mesmo tempo ou quando há aplicativos abertos em segundo plano.

Sob o corpo, uma bateria de 3100 mAh. At√© o discurso da autonomia √© flutuante. Com um uso n√£o particularmente intenso e em um dia de folga, cobri um dia chegando √† noite com 16% da bateria em compara√ß√£o com quase 3 horas de tela de acesso. Em outras situa√ß√Ķes, infelizmente, ele conseguiu fazer menos de 2 horas.

Do ponto de vista da conectividade, o Meizu M8 possui Wi-Fi Dual Band, suporte para Dual SIM, Bluetooth 5.0, A-GPS, GLONASS, conector de áudio de 3,5 mm e micro-USB. Não há NFC. Além disso, existem alguns problemas com o sensor de proximidade que ativa a tela de plantão. Boa qualidade de áudio. O alto-falante posicionado no lado direito da borda inferior produz um som alto e sem distorção.

C√Ęmera: boa durante o dia, tom √† noite

Como j√° mencionado, o Meizu M8 integra uma c√Ęmera traseira dupla que consiste em um sensor principal de 12MP acoplado a um segundo sensor de 5MP, ambos com abertura f / 2.2. H√° um flash LED. Em fotos diurnas e em condi√ß√Ķes ideais de ilumina√ß√£o, a c√Ęmera √© capaz de retornar fotos satisfat√≥rias. As cores s√£o n√≠tidas e naturais. Tamb√©m existe a possibilidade de tirar fotos no modo retrato com um fundo desfocado. No entanto, a op√ß√£o n√£o est√° dispon√≠vel para selfies.

À noite, no entanto, muito ruído ocorre misturando as cores e borrando os objetos. Infelizmente, há uma perda absoluta de detalhes. A propósito, não existe um modo noturno que possa ser usado para melhorar a situação e achei a velocidade do obturador um pouco lenta. Deve-se admitir que o resultado é menor que o dos concorrentes diretos.

N√£o muda muito no que diz respeito a c√Ęmera frontal de 5MP (f / 1.9). Os autorretratos s√£o bons durante o dia e perdem qualidade √† noite. Em geral, o Meizu M8 tem alguns problemas com o gerenciamento da luz artificial. Infelizmente, frontalmente, o flash est√° ausente. O aplicativo da c√Ęmera tamb√©m √© um pouco escasso do ponto de vista do software.

A bordo encontramos Android 8.1 com personaliza√ß√£o da interface gr√°fica do FlyMe 7.1 isso muda a experi√™ncia de estoque do rob√ī verde. As aplica√ß√Ķes est√£o todas posicionadas nas telas principais e n√£o h√° gaveta. Voc√™ pode navegar usando gestos ocultando assim a barra de navega√ß√£o que ocupa mais espa√ßo. A fun√ß√£o √© muito interessante Ajuda de Emerg√™ncia SOS o que nos permite definir o n√ļmero de um usu√°rio para enviar automaticamente a posi√ß√£o via SMS, se estivermos em perigo, simplesmente pressionando o bot√£o liga / desliga 5 vezes.

Conclus√Ķes: quem deve compr√°-lo?

Meizu M8 n√£o tem grandes reivindica√ß√Ķes. A empresa chinesa decidiu coloc√°-lo em 219,99 euros, um pre√ßo alto se voc√™ considerar os concorrentes diretos que conseguem se sair um pouco melhor. Nesta faixa de pre√ßo, √© necess√°rio lidar com dispositivos de marcas chinesas como Huawei, Honor e Xiaomi, capazes de oferecer uma experi√™ncia de usu√°rio mais completa e focada na rela√ß√£o qualidade / pre√ßo.

Se comprado em n√ļmeros mais baixos, pode ser o smartphone adequado para quem procura um dispositivo ergon√īmico capaz de realizar atividades di√°rias e b√°sico sem problemas particulares. Se, por outro lado, voc√™ deseja um terminal que ofere√ßa boa qualidade fotogr√°fica e maior autonomia, voc√™ deve ir para outro lugar. Por exemplo, o Honor 10 Lite pode ser comprado por 195 euros na Amazon ou no Xiaomi RedMi Note 6 Pro, dispon√≠vel pelo mesmo pre√ßo no Geekmall.