Mate 20 e Mate 20 Pro: produtividade com o topo de gama Huawei РEdição de vídeo

Vamos voltar a colocar o Mate 20 e o Mate 20 Pro da Huawei sob a lupa. Nessas semanas, estamos realizando algumas percep√ß√Ķes relacionadas √† produtividade garantida pelos dois smartphones da empresa chinesa. No primeiro epis√≥dio, focamos no modo de proje√ß√£o f√°cil, no segundo, enfatizamos a edi√ß√£o de fotos, enquanto hoje falaremos sobre edi√ß√£o de v√≠deo.

Sim, considerando a pot√™ncia do hardware e a funcionalidade do software, hoje n√£o √© ut√≥pico pensar que podemos fazer edi√ß√£o de v√≠deo com esses smartphones. √Č claro que essa √© uma experi√™ncia diferente da de desktop, mas que pode ser extremamente √ļtil para quem precisa dessa produtividade em movimento que, nos √ļltimos anos, tem sido um pouco o objetivo de todo o setor de dispositivos m√≥veis.

Tamb√©m neste caso, O modo de proje√ß√£o f√°cil √© √ļtil. Como j√° tivemos a oportunidade de inform√°-lo, √© um modo que, usando um simples cabo USB-C / HDMI (mas no caso do mais recente topo de gama da Huawei tamb√©m sem fio atrav√©s do padr√£o Miracast), permite conectar os dois smartphones aos monitores externo acessando um ambiente de √°rea de trabalho baseado no Android. Portanto, nos encontramos diante de uma tela que, graficamente, nos lembra o Windows, com a possibilidade de usar teclados e mouses externos, gra√ßas ao suporte oferecido pelo sistema operacional do Google.

Acesso ao modo de projeção fácil

O procedimento √© realmente intuitivo, praticamente n√£o requer etapas, pois tudo √© gerenciado automaticamente pelo software. Na primeira vez em que voc√™ o usa, o smartphone exibe as telas que voc√™ pode observar na galeria abaixo, que ilustra simplesmente como funciona. Basicamente, a √ļnica coisa a fazer √© colocar o monitor externo (ou at√© uma TV) na sa√≠da HDMI √† qual o Mate 20 ou o Mate 20 Pro foi conectado.

Mate 20 Pro à esquerda, Mate 20 à direita

Discurso diferente, caso você queira usar o modo sem fio Easy Projection, portanto, sem o uso do cabo, usando o padrão Miracast. Como dito no início, é necessário um monitor externo ou uma TV compatível com este protocolo. Se você tiver disponível, basta seguir o procedimento abaixo.

  1. V√° para as configura√ß√Ķes
  2. Selecione o item “Conex√£o do dispositivo”
  3. Selecione o item “Proje√ß√£o f√°cil”
  4. Habilite a op√ß√£o ‚ÄúProje√ß√£o sem fio‚ÄĚ e selecione a fonte externa que aparecer√° imediatamente abaixo

Quando o acesso for conclu√≠do, independentemente de ser realizado com o cabo ou sem fio, voc√™ se encontrar√° na frente da tela que √© retratada na imagem: uma barra de ferramentas na parte inferior, com algumas informa√ß√Ķes √† direita (Wi-Fi, recep√ß√£o, porcentagem da bateria etc …) e, √† esquerda, o bot√£o para acessar os v√°rios aplicativos instalados no Mate 20 ou Mate 20 Pro; duas colunas de programas, que voc√™ encontrar√° com mais frequ√™ncia nesse modo. Em suma, pelo menos graficamente, um sistema operacional de desktop.

O uso do software de edição de vídeo

Para testar os recursos reais de edição de vídeo com este modo, conectamos o mouse e o teclado sem fio, a fim de simular realmente uma experiência próxima aos computadores. O editor integrado na EMUI simplesmente permite cortar os vídeos de acordo com suas necessidades, sem, no entanto, a possibilidade de criar sequências com clipes diferentes. Falta da interface gráfica da Huawei, na qual a empresa chinesa deve intervir.

Por isso, optamos por usar o Adobe Premiere Clip e Magisto, dois dos aplicativos mais populares para edição de vídeo em smartphones. Ambos não são oficialmente otimizados para o modo Easy Projection, pois é bem esclarecido a cada início. No entanto, isso não impede o uso sem problemas específicos, se não os relacionados a algumas janelas exibem erros que Рocasionalmente Рocorrem.

A possibilidade de ter um monitor externo, al√©m de mouse e teclado, retorna uma experi√™ncia de usu√°rio absolutamente gratificante na edi√ß√£o de v√≠deo, definitivamente em outro n√≠vel, al√©m do que geralmente acontece em telas pequenas de smartphones. Obviamente, √© dif√≠cil conseguir realizar edi√ß√Ķes complexas e elaboradas como em um desktop, mas para as necessidades de produtividade em movimento – ou simplesmente para criar clipes r√°pidos – √© absolutamente convincente.

N√£o h√° problema em gerenciar filmes em Full HD e 4K, ambos feitos diretamente do Mate 20 e Mate 20 Pro e de fontes externas. Nesse caso, o trabalho do SoC Kirin 980, combinado com a GPU Mali-G76 na configura√ß√£o Mp10, convence completamente, garantindo a fluidez necess√°ria na edi√ß√£o de v√≠deo, mesmo ap√≥s sess√Ķes prolongadas. As temperaturas aumentam mais do que a edi√ß√£o fotogr√°fica, mas ainda sem criar problemas cr√≠ticos.

Os 2 Gigabytes a menos de RAM do Mate 20 s√£o sentidos no gerenciamento de filmes em 4K, mas para todas as opera√ß√Ķes restantes, elas n√£o s√£o um problema. Utilizamos a edi√ß√£o de v√≠deo com Easy Projection com satisfa√ß√£o por ocasi√£o de alguns eventos em que participamos recentemente, frequentemente usando as televis√Ķes presentes no hotel como monitores externos. Como j√° esclarecido, na l√≥gica da produtividade em movimento, esse √© um recurso muito conveniente.

Em resumo, a experi√™ncia de edi√ß√£o de v√≠deo com o modo Easy Projection √© algo profundamente diferente em compara√ß√£o com a simples possibilidade de conectar um monitor externo ao smartphone. A esperan√ßa √© que a Huawei continue trabalhando para expandir o n√ļmero de aplicativos que a suportam oficialmente.