Mark Zuckerberg: China viola direitos humanos

Mark Zuckerberg, CEO do Facebook, assumiu uma posição clara contra o modelo de regulamentação on-line da China, alegando que viola os direitos humanos. Ele acredita que países como a China são menos democráticos que os países ocidentais e que é perigoso espalhar esses modelos.

Mark Zuckerberg: China viola direitos humanos

Em uma entrevista on-line com Thierry Breton, comiss√°rio da UE para Marketing Interno, ele disse: “Essa dissemina√ß√£o √© muito perigosa. Estou preocupado com a expans√£o desse modelo em outros pa√≠ses. O melhor ant√≠doto √© ter uma estrutura clara de regulamentos que come√ßar√° nas democracias ocidentais e se tornar√° um modelo para o resto do mundo “.

Este √© o √ļltimo caso de seu “confronto” com a China, pois no ano passado Mark Zuckerberg, em um esfor√ßo para impedir a China, disse que era importante n√£o permitir que o pa√≠s influenciasse as regras da internet. Al√©m disso, em outubro passado, ele acusou Tik Tok de censura do governo atrav√©s de mensagens de protesto em Hong Kong.

Quando Breton rejeitou os planos de Mark Zuckerberg para uma estrutura de regulamenta√ß√£o de plataforma, o clima entre eles mudou um pouco. O comiss√°rio pediu um modelo de governan√ßa entre plataformas e institui√ß√Ķes, dizendo: “√Č isso que estou tentando fazer. Quanto menos eu tiver que supervisionar, melhor; seremos capazes de agir mais rapidamente “.

O comit√™ est√° preparando um pacote de leis sobre como as empresas lidam com conte√ļdo ilegal na Internet, que incluir√°, com anteced√™ncia, os requisitos para plataformas de gatekeeper. Obviamente, as leis futuras ter√£o como alvo o Facebook. “Funcionou muito bem para telecomunica√ß√Ķes e faremos o mesmo para plataformas que podem desempenhar um papel muito importante”.

Segundo Mark Zuckerberg, a verdadeira quest√£o √© “qual dos dois modelos ser√° estabelecido no mundo” e ser√° capaz de responder nos pr√≥ximos 5 a 10 anos.

“Uma coisa que eu aprecio nos europeus √© que, quando a Uni√£o Europeia define pol√≠ticas, ela se torna um modelo no mundo.”