M. Sfakianakis: “Na internet, o mal tem um rosto angelical”

M. Sfakianakis: Manolis Sfakianaki, chefe da Diretoria de Processos Cibernéticos, fez um discurso sobre crimes cibernéticos com um orador principal

De particular interesse foi a conferência organizada pelo Comitê de Direitos Humanos da Rhodes Bar Association para o cibercrime com um orador principal, tenente-general Manolis Sfakianakis, chefe da Diretoria de Processos Cibernéticos.

Na sala de reuniões lotada da Ordem dos Advogados, pais, filhos e professores, além de advogados, tiveram a oportunidade de fazer perguntas gerais sobre uma série de questões relacionadas à segurança da Internet.

O evento contou com a presença do prefeito de Rodes, o Sr. Fotis Hatzidiakos, o vice-governador regional, o Sr. G. Flevaris, o promotor do Tribunal de Apelação do Dodecaneso, o Sr. G. Ktistakis, o promotor público de Rodes, o Sr. K. Kliadia, o procurador-geral do distrito e o promotor adjunto. Diretor de Polícia do Dodecaneso, Sr. Fotis Nikolopoulos e Vice-Diretores, Sr. D. Pantelis e M. Kaliorakis.

Durante a reunião, o General, juntamente com os associados do Sr. Maria Vroutzidou e Olga Galani se referiram à missão do Ministério Público contra o Crime Cibernético, às ofensas e à forma como são cometidas pela Internet, além de estatísticas sobre a penetração dos gregos na Internet e o crime cibernético exigido. exemplos específicos – incidentes.

A prevenção é metade da batalha pela navegação segura na Internet. Essa é a coisa decente a ser feita e deve terminar aí.

“Não há nada de particular na internet”, enfatizou Sfakianakis, que explicou que o traço eletrônico de cada um de nós é o que nos define e, às vezes, nos torna um alvo na internet.

O público teve a oportunidade de aprender com os lábios mais competentes, o que significa o cyberbullying e quais são seus efeitos, como é fácil se envolver em pornografia infantil e como é trágico o vício em internet.

O general analisou os perigos de navegar na Internet por crianças pequenas e agora são os limites que devemos estabelecer.

Os tópicos analisados:

  • Internet e perigos ocultos
  • Pornografia infantil na Internet
  • Cyberbulling
  • Mídias sociais e facebook
  • O que pais e filhos devem saber sobre Internet, dispositivos móveis e crianças
  • Segurança da informação
  • Relatório detalhado na edição metavriana do “democrático”