LG V50 ThinQ 5G: uma licença da Qualcomm pode bloquear sua venda

Atualização 24 a 15 de junho – 15:25

A LG falou sobre o assunto hoje, negando a possibilidade de a venda do V50 ThinQ estar em risco, independentemente de vocĂȘ concordar ou nĂŁo com a Qualcomm. Abaixo estĂĄ a declaração oficial da empresa sul-coreana:

“A LG Electronics não espera que haja uma interrupção no fornecimento de chips 5G da Qualcomm.
De fato, a presença ou nĂŁo de um acordo entre as partes em 30 de junho nĂŁo influencia a oferta existente “.

Artigo original

Segundo a Reuters, as vendas do smartphone O LG V50 ThinQ 5G pode estar em risco. O motivo seria uma disputa legal entre o fabricante coreano e o fornecedor de chips Qualcomm, em vista da expiração de uma licença obtida anteriormente. A LG se oporia aos esforços da Qualcomm para não implementar imediatamente uma decisão antitruste emitida pela Federal Trade Commission (FTC) em maio passado.

Acusada de implementar prĂĄticas desleais e anticompetitivas, a Qualcomm foi forçada a celebrar novos contratos de licença a preços razoĂĄveis. A empresa de San Diego recorreu ao Tribunal de Recurso solicitando – entre outras coisas – suspensĂŁo da decisĂŁo atĂ© que haja uma sentença final. Este Ă© precisamente o ponto de desacordo entre as duas empresas.

Embora a Qualcomm pretenda renovar o contrato com os mesmos termos de licença anteriores, A LG se opĂ”e afirmando que dessa maneira ele seria forçado a assinar um acordo com termos considerados injustos e onerosos tambĂ©m pela FTC. É difĂ­cil prever qual o potencial impacto nos negĂłcios da LG, pois as negociaçÔes estĂŁo em andamento, mas o fabricante coreano se encontra em uma situação nada fĂĄcil.

Se a Qualcomm continuasse seu caminho, a LG teria apenas duas opçÔes: terminar qualquer relacionamento ou ceder nos termos do gigante dos EUA. O primeiro caso representaria um risco muito grande para a empresa que seria forçada a encontrar novos fornecedores. Sem esquecer que isso pode levar ao bloqueio da comercialização de dispositivos que jå estão no mercado. O LG V50 ThinQ 5G, por exemplo, jå estå disponível a partir de 10 de junho na Itålia com a Vodafone. Normalmente, no entanto, essas decisÔes não são retroativas, portanto não deve haver problema para as unidades jå vendidas.

Por fim, nĂŁo estĂĄ claro se as licenças que expiram apenas dizem respeito Tecnologia 5G ou consulte tambĂ©m smartphones 4G. AlĂ©m disso, supĂ”e-se que outros fabricantes tambĂ©m tenham licenças expiradas e que elas – como a LG – podem decidir desafiar a Qualcomm, baseando-se na decisĂŁo antitruste. Veremos, portanto, como a situação evoluirĂĄ.