LG V40 ThinQ avaliação: é um top, mas chegou tarde

O LG V40 ThinQ parece estar destinado ao mesmo caminho que o seu antecessor, o V30, sobre o qual falamos em profundidade em nossa an√°lise. Na verdade, √© um smartphone que, com as especifica√ß√Ķes t√©cnicas em m√£os, chega ao mercado um pouco tardeoferecendo, no entanto, ao mesmo tempo, uma experi√™ncia do usu√°rio do mais alto n√≠vel.

Na verdade, foi apresentado em outubro de 2018, mas s√≥ estreou no mercado europeu nas √ļltimas semanas. Uma escolha que inevitavelmente poderia penaliz√°-lo de uma perspectiva comercial, tamb√©m porque em alguns dias o Mobile World Congress 2019 abrir√° suas portas, que trar√° consigo os novos smartphones topo de gama com especifica√ß√Ķes t√©cnicas atualizadas.

Como sempre nesses casos, no entanto, é necessário olhar além dos simples componentes de hardware: LG V40 ThinQ é de fato construído com perfeição, pode contar com um bom setor fotográfico e uma excelente exibição. E então o Snapdragon 845, combinado com 6 Gigabyte de RAM, é um processador ainda absolutamente atual, capaz de oferecer desempenho que, no uso diário, não estará tão longe do novo Snapdragon 855.

Para comprar o LG V40 ThinQ, no entanto, voc√™ precisa de 999,90 euros (chega na It√°lia exclusivamente com a TIM). Uma figura importante, com a qual os potenciais compradores provavelmente esperariam as especifica√ß√Ķes t√©cnicas mais recentes poss√≠veis e que, entre outras coisas, a coloca em concorr√™ncia direta tamb√©m com o topo da gama que ser√° apresentado nas pr√≥ximas semanas. Como veremos, por√©m, √© um smartphone que, sem d√ļvida, merece uma chance.

Uma pequena obra-prima construtiva

LG V40 ThinQ é construtivamente uma jóia. A concha é feita inteiramente de vidro, mas é o acabamento da tampa traseira que faz a diferença. Na verdade, é feito com um efeito acetinado, que retorna uma sensação semelhante à seda ao toque. Ao agarrar este smartphone, você realmente tem a sensação de ter um dispositivo premium em suas mãos. Nesse contexto, percebi um claro avanço em relação ao V30, que também é absolutamente bem construído. Mas isso não é tudo.

Na verdade, é o smartphone mais leve da gama de 2018 no mercado. Ele pesa 169 gramas e é absolutamente confortável para carregar com você na vida cotidiana. Além disso, possui a certificação IP68 (pode ser imerso em água até 1,5 metros por no máximo 30 minutos) e suporta choques e quedas de acordo com o padrão militar MIL-STD-810G. Em conclusão, não é apenas bonito de se olhar.

Na frente h√° o entalhe, que abriga duas c√Ęmeras. Ele pode ser oculto via software, pois a LG j√° nos acostumou. Os cantos do corpo s√£o arredondados e a cor vermelha, retratada nas imagens, √© realmente de grande impacto ao vivo (h√°, no entanto, tamb√©m uma variante de cor preta). O smartphone √© bem seguro nas m√£os, os bot√Ķes f√≠sicos s√£o perfeitamente acess√≠veis, bem como o sensor de impress√£o digital, posicionado na parte traseira e sempre r√°pido e preciso no desbloqueio.

A sali√™ncia da c√Ęmera traseira tripla √© absolutamente insignificante e n√£o cria nenhum problema em termos de ergonomia. Os pain√©is reduzidos ajudam a tornar este V40 ThinQ atraente do ponto de vista est√©tico. Quanto √† qualidade de constru√ß√£o, √© certamente um dos melhores smartphones topo de gama atualmente no mercado.

Melhor desempenho e exibição

Provavelmente √© um pouco redutor falar de hardware n√£o muito recente sobre o LG V40 ThinQ. √Č claro que o Snapdragon 845 est√° em circula√ß√£o desde o in√≠cio de 2018, mas ainda estamos falando de um excelente processador, por mais otimizado que seja o problema do smartphone. A mais recente cria√ß√£o da empresa sul-coreana no entanto, tamb√©m oferece muito mais: Wi-Fi de banda dupla ac, bluetooth 5.0, r√°dio FM, NFC, suporte GPS A-GLONASS BDS Galileo, sem esquecer os 6 Gigabytes de RAM juntamente com os 128 Gigabytes de armazenamento, por√©m expans√≠vel via micro-SD.

Em conclusão, tudo o que se pode esperar de um topo de gama, e as performances estão absolutamente de acordo com as expectativas. O LG V40 é fluido e rápido em qualquer situação, com a empresa sul-coreana que conseguiu melhorar até mesmo um aspecto que, no V30, não me convenceu até o fim, a dissipação de calor (difícil de ser percebida pelo corpo). Além disso, foi dada atenção especial ao setor de áudio: existe o conector de 3,5 mm, que também oferece ao usuário um DAC de áudio de 32 bits dedicado que, juntamente com a tecnologia DTS: X, para o efeito O Sorrund 3D e os fones de ouvido incluídos no pacote (definitivamente acima da média) oferecem uma experiência auditiva difícil de encontrar em outros dispositivos.

Tudo isso tamb√©m √© aprimorado por uma excelente exibi√ß√£o. O painel de 6,4 polegadas foi fabricado com a tecnologia P-OLED, e tamb√©m aqui h√° um claro avan√ßo em compara√ß√£o com a tela do V30, que mostrou uma tend√™ncia para reproduzir cores brancas em tons de azul. A resolu√ß√£o √© de 1.440 x 3.120 pixels, com uma propor√ß√£o de 19,5: 9: alta visibilidade externa, bem como contrastes, bom brilho e √Ęngulos de vis√£o. A tela tamb√©m suporta a funcionalidade sempre ativa (que permite visualizar informa√ß√Ķes mesmo com o dispositivo em modo de espera) e suporta os padr√Ķes Dolby Visione e HDR 10. O entalhe √© pronunciado, embora eu pessoalmente o tenha achado bem integrado ao resto dos quadros.

N√£o faz a autonomia clamar pelo milagre. A bateria de 3.300 mAh, com nosso uso usual de estresse, nos permitiu cobrir 26 horas de dist√Ęncia da tomada, na frente de 3 horas da tela de acesso. Em suma, no caso de dias particularmente intensos, talvez usando muita c√Ęmera, √© f√°cil que uma taxa adicional seja necess√°ria. Felizmente, h√° suporte para carregamento r√°pido, com um carregador especial inclu√≠do no pacote.

C√Ęmera e software, mais pode ser feito

O LG V40 chega ao mercado com o Android 8.1 Oreo a bordo e, considerando a faixa de pertencimento, Torta Android poderia ser esperado. Al√©m disso, √© personalizado com a interface gr√°fica usual da empresa sul-coreana, que interv√©m de maneira importante em compara√ß√£o com a experi√™ncia de estoque do rob√ī verde. Existem muitos recursos que, por um lado, s√£o √ļteis, mas, por outro, costumam ser muito intrusivos. Al√©m disso, ao chegar este smartphone exclusivamente √† TIM, h√° a marca da operadora de telefonia, com toda uma s√©rie de aplicativos pr√©-instalados.

O sentimento, o mesmo que os modelos anteriores, √© que o software sobrecarrega a plataforma de hardware em vez de aprimor√°-la. Lembre-se, as possibilidades de personaliza√ß√£o oferecidas pelo LG UX s√£o extremamente √ļteis e a interface permanece agrad√°vel de usar. No entanto, acredito que √© necess√°rio um salto qualitativo definitivo nessa √°rea pela empresa sul-coreana, tamb√©m porque a concorr√™ncia “empurra”: a nova interface do usu√°rio da Samsung One √© realmente bem-sucedida, o MIUI da Xiaomi √© a garantia usual de otimiza√ß√£o , a experi√™ncia de estoque do Pixel √©, de certa forma, inestim√°vel.

Discurso semelhante para o setor fotogr√°fico. O rendimento √© de alto padr√£o, mas ainda um passo atr√°s em compara√ß√£o com determinadas marcas. A c√Ęmera traseira tripla (12 MP f / 1.5 principal, grande angular 16 MP f / 1.9, telefoto 12 MP f / 2.4) funciona muito bem durante o dia, perdendo detalhes √† noite, talvez um pouco demais considerando o alcance de pre√ßo. A implementa√ß√£o da Huawei dos tr√™s sensores no Mate 20 Pro foi decididamente mais eficaz, gra√ßas tamb√©m aos algoritmos de intelig√™ncia artificial, capazes de aprimorar at√© as imagens mais escuras (embora isso nem sempre seja uma coisa boa em rela√ß√£o √† fidelidade crom√°tica).

De qualquer forma, LG V40 ThinQ tira fotografias de alto n√≠vel, e a presen√ßa do sensor de grande angular e da lente telefoto √© √ļtil em muitas circunst√Ęncias no uso di√°rio, como visto em outros dispositivos. Boas not√≠cias tamb√©m das duas c√Ęmeras frontais, capazes de obter um efeito bokeh convincente, com os recursos usuais de software oferecidos pela empresa sul-coreana. Os v√≠deos s√£o gravados com resolu√ß√£o 4K a 60 qps e o rendimento √© excelente. Existe a possibilidade de c√Ęmera lenta a 240 qps, mas neste caso a resolu√ß√£o para em Full-HD.

Conclus√Ķes: quem deve compr√°-lo?

Pena que o LG V40 chegou atrasado ao mercado em compara√ß√£o com a data de apresenta√ß√£o, porque teria todas as credenciais para competir imediatamente com os concorrentes diretos do segmento premium, pelo menos do ponto de vista t√©cnico. √Č o dispositivo cl√°ssico que deve ter a chance de entend√™-lo completamente, talvez v√™-lo vivo antes de compr√°-lo: a qualidade de constru√ß√£o conquista desde a primeira abordagem e a experi√™ncia geral do usu√°rio n√£o tem nada a invejar para o outro topo da gama.

Os ‚ā¨ 999,90 na lista de pre√ßos s√£o abundantes, especialmente para uma marca que, no setor m√≥vel, deve subir a ladeira, sem esquecer como o Mobile World Congress 2019, que abrir√° suas portas na pr√≥xima segunda-feira, deve ser o cen√°rio da apresenta√ß√£o do G8 ThinQ . Provavelmente se tornar√° um dispositivo decididamente mais agrad√°vel ao longo dos meses, com a queda fisiol√≥gica no pre√ßo dos dispositivos Android. Se sofrer o mesmo destino que o G7 (agora recupera cerca de 350 euros), poderia realmente se tornar uma melhor compra.

F√ďRUM – Neste link, voc√™ pode encontrar a discuss√£o oficial sobre o LG V40 ThinQ em nosso f√≥rum, onde poderemos responder a todas as suas perguntas e curiosidades neste smartphone.