Leitura USB! A hora e a data podem mudar – Venizelos: Diotis e SYRIZA reproduziram a lista e a distribuĂ­ram aos editores

usbflash_main_556_355 – No Parlamento, todos os dados dos promotores financeiros

– O perito catapulta para o promotor do Supremo Tribunal Federal: a data da transferĂȘncia para o taco pode ser alterada a qualquer momento por quem tiver o arquivo em sua posse

– No Supremo Tribunal, Costas Vaxevanis com os novos dados da lista de Lagarde <
>

– Quinta-feira, o debate no Parlamento sobre a prĂ©-investigação

Evangelos Venizelos lançou um ataque feroz a Ioannis Diotis, apĂłs as revelaçÔes de fontes judiciais de que o entĂŁo chefe do SDOE tinha usb em suas mĂŁos desde 8 de julho de 2011.“Dependendo do momento literĂĄrio, todo executivo me acusa de manter a lista no travesseiro, na gaveta ou no baĂș. De quem eu escondi isso? Mantive-o de um serviço que tambĂ©m o tinha como folha de alface, reproduzi-lo e distribuĂ­-lo com a boa cooperação do SYRIZA a jornalistas e editores? Deixe ele nos dizer de onde ele tirou. Porque de onde ele conseguiu, ele disse Ă  justiça que nĂŁo a possui. Porque ele disse que me deu. Ele se escondeu da pessoa que a copiou, a guardou e me deu uma lista. Ele se escondeu do serviço que o possuĂ­a, o copiou e o guardou e enviou uma fotocĂłpia ao ministro para obter informaçÔes.“, Disse o Sr. Venizelos.

Enquanto isso, antes da investigação pré-julgamento, para que os deputados tenham todas as informaçÔes em mãos, todos os dados coletados pelos promotores financeiros no caso da lista de Lagarde serão enviados ao Parlamento.

Os depoimentos de todos aqueles que passaram pelo escritĂłrio dos promotores financeiros, tais como: associados do Sr. Papakonstantinou, seus parentes e os de outros cujos nomes foram envolvidos no caso, serĂŁo enviados ao Parlamento.

Hoje, o brigadeiro-general Dimitris Georgatzis, chefe da PolĂ­cia EconĂŽmica, passou pelo gabinete do procurador-adjunto do Supremo Tribunal, P. Pantelis.

No entanto, o que muda completamente os fatos Ă© que, de acordo com um especialista que estava no MinistĂ©rio PĂșblico, a data da transferĂȘncia pode ser alterada a qualquer momento pela pessoa que detĂ©m o arquivo e, portanto, pela lista.

O jornalista Costas Vaxevanis também esteve no Supremo Tribunal. Hoje, na revista HOT DOC, o jornalista afirma que a conversão do USB ocorreu nos dias 4 e 5 de agosto de 2010, período em que os envolvidos no caso confirmam que nem sequer tinham a lista. Essa data é antes mesmo do Sr. Papakonstantinou entrar na lista.

As explicaçÔes dadas na segunda-feira pelo ex-chefe da SDOE, I. Diotis, são esperadas com um interesse particular: desta vez, na verdade, Diotis é considerado suspeito pelo crime de falsificação de documentos.

De acordo com os promotores financeiros, Grigoris Peponis e Spyros Mouzakitis, e com um documento enviado ao promotor do Supremo Tribunal, Nikos Pantelis, o bastão foi criado em 8 de julho de 2011. Esse USB estava nas mãos dos dois promotores antes da chegada do novo protótipo na Grécia. Lista Lagarde. E é um clone de outro arquivo.

ApĂłs as novas revelaçÔes, surgem muitas novas perguntas: quantas cĂłpias da lista de Lagarde foram criadas, desde agora, alĂ©m do CD original (entregue em outubro de 2010 ao ex-ministro e de acordo com o Mouse “perdeu” sua parceira)), tambĂ©m estamos procurando primeiro USB, para onde a lista foi transferida!

Fonte: newsit.gr