Kaspersky Lab: Spam no segundo trimestre de 2015

Relatório da Kaspersky Lab sobre seu cenário sameaças de pam e phishing no segundo trimestre de 2015 revelam que as mensagens baseadas em eventos reais dominavam na época.Kaspersky Lab

Mais especificamente, na fraude financeira do tipo “golpe nigeriano”, foram usadas mensagens de spam que exploravam quest√Ķes como o terremoto no Nepal, as elei√ß√Ķes presidenciais na Nig√©ria e os Jogos Ol√≠mpicos no Rio de Janeiro. Dessa maneira, os atacantes tentaram extrair dados pessoais e convencer os usu√°rios da Internet a fazer doa√ß√Ķes volunt√°rias.

Embora a porcentagem de spam no volume total de e-mails tenha diminuído 5,8 pontos percentuais em relação ao trimestre anterior (de 59,2% para 53,4%), no segundo trimestre de 2015 houve um aumento significativo no uso de eventos globais em mensagens de spam.

Entre outras coisas, foram recebidas mensagens falsas pedindo aos beneficiários que fizessem uma doação para ajudar as vítimas do terremoto no Nepal. Em outros e-mails maliciosos em massa, os fraudadores tentaram atrair US $ 2.000.000, que o presidente recém-eleito da Nigéria deveria enviar ao usuário como compensação.

Al√©m disso, houve an√ļncios fraudulentos de loteria que supostamente deram ingressos para os Jogos Ol√≠mpicos de 2016 no Brasil, em um esfor√ßo para convencer os destinat√°rios a enviar seus dados pessoais aos fraudadores para receber seu “presente”.

Tatyana Shcherbakova, analista de antispam da Kaspersky Lab, disse: ‚ÄúNo segundo trimestre de 2015, percebemos que os spammers usavam eventos tr√°gicos para enganar os usu√°rios. √Č uma t√°tica que os fraudadores usaram no passado, mas com eventos como o terremoto no Nepal, t√£o amplamente coberto pela m√≠dia em todo o mundo, essas mensagens provavelmente provocam simpatia dos receptores. Para se proteger, os usu√°rios n√£o devem abrir e-mails de remetentes desconhecidos e lembre-se de n√£o seguir os links no emai e n√£o abrir anexos. Como muitos golpistas tentam fazer com que o nome e o endere√ßo do remetente pare√ßam mais legais, isso agora √© mais importante do que nunca “.

Pa√≠ses da Kaspersky Lab que foram alvo de miss√Ķes maliciosas o email

Durante o segundo trimestre de 2015, houve altera√ß√Ķes significativas na lista de pa√≠ses mais frequentemente direcionados por e-mails maliciosos. A Alemanha (19,59%), que estava em quarto lugar no primeiro trimestre, estava no topo. O Reino Unido, que ficou em primeiro lugar no primeiro trimestre, caiu para o segundo lugar (6,31%) e o Brasil ficou em terceiro (6,04%).

Os Estados Unidos (5,03%), tradicionalmente o pa√≠s mais frequentemente alvo de e-mails maliciosos, ficaram em quarto lugar. Al√©m disso, a R√ļssia (4,74%), que ficou em d√©cimo lugar no trimestre anterior, subiu para o quinto lugar.

Kaspersky Lab Suas fontes Spam

Os Estados Unidos (14,59%) e a R√ļssia (7,82%) continuaram sendo as maiores fontes de spam. A China liderou a lista com 7,14% do spam global, ante 3,23% no trimestre anterior. Seguem-se o Vietn√£ (5,04% em compara√ß√£o com 4,82% no primeiro trimestre), Alemanha (4,13% em compara√ß√£o com 4,39% no primeiro trimestre) e Ucr√Ęnia (3,90% em compara√ß√£o com 5 56% no primeiro trimestre).

Kaspersky Lab Phishing

No segundo trimestre de 2015, o sistema anti-phishing da Kaspersky Lab foi ativado 30.807.071 vezes em computadores de consumo, usando as solu√ß√Ķes de seguran√ßa da empresa. 509.905 URLs de phishing foram adicionados ao banco de dados da Kaspersky Lab durante esse per√≠odo.

A porcentagem de mensagens Spam no volume total o email

Houve uma redução global na porcentagem de mensagens de spam no tráfego total de e-mails desde o início do ano, mas essa redução quase parou. No segundo trimestre de 2015, a taxa relativa estabilizou e variou entre 53,5% em abril e 53,23% em junho.

Anexos maliciosos da Kaspersky Lab o email

O Trojan-Spy.HTML.Fraud.gen liderou a lista de emails maliciosos enviados. Este programa é uma página HTML falsa, que é enviada por e-mail e parece uma notificação importante de um grande banco comercial, loja online, desenvolvedor de software etc. Essa ameaça aparece como um HTML de site de phishing, no qual o usuário precisa inserir seus dados pessoais, que são encaminhados aos criminosos digitais.

Para o relat√≥rio completo ‚ÄúSpam e phishing no segundo trimestre de 2015‚ÄĚ, voc√™ pode visitar o site Securelist.com.