Julho de 2015, o mais quente j√° registrado

Julho de 2015: n√£o h√° motivo para ficar chateado se voc√™ suar um pouco mais do que o normal em julho passado. Nada d√° errado com voc√™ ou suas gl√Ęndulas sudor√≠paras, √© que julho deste ano acabou sendo o m√™s mais quente de todos os tempos.

seca 2015

A temperatura m√©dia global das superf√≠cies terrestres e oce√Ęnicas excedeu a m√©dia de todo o s√©culo XX em 1,46 graus Fahrenheit (0,81 graus Celsius), dizem os pesquisadores da NOAA. Al√©m disso, superou o recorde anterior de julho de 1998 em 0,14 graus Fahrenheit (0,08 graus Celsius).

Sem mencionar a ansiedade, este mês de julho registrou uma temperatura média global de 16,61 graus Fahrenheit (16,61 graus Celsius), a mais alta desde 1880, quando o arquivo começou a existir.

As superfícies da terra e dos oceanos estavam muito quentes.

A temperatura média global registrada em julho passado foi de 1,73 graus Fahrenheit (0,96 graus Celsius) acima da média do século 20 e a sexta mais alta já registrada.

Quanto à temperatura média na superfície do oceano, ela excedeu a média do século 20, embora apenas em 0,75 graus Celsius (1,35 graus Fahrenheit).

“Essa foi a temperatura mais alta de cada m√™s registrada desde 1880-2015, superando o recorde anterior realizado em julho de 2014 em 0,17 graus Fahrenheit (0,07 graus Celsius)”, afirmam os pesquisadores da NOAA.

Obviamente, essa temperatura extremamente quente na superf√≠cie do oceano foi o resultado do registro de grandes partes dos oceanos Pac√≠fico e √ćndico. foi registrado, com a temperatura m√©dia no per√≠odo de janeiro a julho excedendo a m√©dia do s√©culo 20 em 1,53 graus Fahrenheit (0,85 graus Celsius).

O gelo do mar √Ārtico tamb√©m foi atingido

Os dados de sat√©lite mostram que, em julho deste ano, a √°rea m√©dia do gelo do mar do √Ārtico estava em torno de 910.000 quil√īmetros quadrados abaixo da m√©dia relatada entre 1981 e 2010. Ent√£o, sim, O √Ārtico realmente derrete.

A Ant√°rtica, por outro lado, parece estar crescendo. Em julho, o mar gelado cresceu 240.000 milhas quadradas (620.000 quil√īmetros quadrados) acima da m√©dia de 1981-2010. Infelizmente, isso n√£o significa que o aquecimento global n√£o esteja acontecendo.

Pelo contr√°rio, foi em 2012 que a NASA mostrou que a raz√£o pela qual a Ant√°rtica parece estar se expandindo se deve ao enfraquecimento da camada de oz√īnio nesta parte do mundo. O oz√īnio absorve a energia solar, o que significa temperaturas mais baixas e o aumento da temperatura nas latitudes temperadas afeta a din√Ęmica dos ventos polares. Por sua vez, isso se traduz em um novo plano de forma√ß√£o e perda de gelo na Ant√°rtica.

junho 2015Fonte: thegreeksenergy.com, softpedia.com